Domingo, 29 de Setembro de 2019

( Ou..... saudades....)

22089545_1149504521815791_1211966934855530515_n.jp

 

 

PEQUENA ELEGIA DE SETEMBRO
( Ou..... saudades....)

Não sei como vieste,
mas deve haver um caminho
para regressar da morte.
Estás sentada no jardim,
as mãos no regaço cheias de doçura,
os olhos pousados nas últimas rosas
dos grandes e calmos dias de setembro.
Que música escutas tão atentamente
que não dás por mim?
Que bosque, ou rio, ou mar?
Ou é dentro de ti
que tudo canta ainda?
Queria falar contigo,
dizer-te apenas que estou aqui,
mas tenho medo,
medo que toda a música cesse
e tu não possas mais olhar as rosas.
Medo de quebrar o fio
com que teces os dias sem memória.
Com que palavras
ou beijos ou lágrimas
se acordam os mortos sem os ferir,
sem os trazer a esta espuma negra
onde corpos e corpos se repetem,
parcimoniosamente, no meio de sombras?
Deixa-te estar assim,
ó cheia de doçura,
sentada, olhando as rosas,
e tão alheia
que nem dás por mim.
Não há ninguém à entrada de novembro

Poema de Eugénio de Andrade (in “Coração do Dia”, Lisboa: Iniciativas Editoriais, 1958; “Poesia”, 2.ª edição, org. Arnaldo Saraiva, Porto: Fundação Eugénio de Andrade, 2005 – p. 92-93)
Dito pelo autor (in CD “Eugénio de Andrade por Eugénio de Andrade”, Numérica, 1997)

escrito no papiro por ACCB às 12:47
link do post | juntar aos escribas
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

De Perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

últimos papiros

...

Amanhã

Folhas

Carta de Jorge de Sena

Joker

Em linha recta....

( Ou..... saudades....)

A liberdade de ter direit...

Affair

Noite de Verão 

Amigas

Bullying Digital

Não chuviscou

Pode ser.......

O Mar dos olhos das Portu...

Então queres ser escritor...

Hamadríade

Receita de Mulher

De Passagem

Engolir o Universo ( Frac...

Tons

Moçambique

Lido por aí

Agora é no Porto Venha d...

Xiuu

3-6-2019

Sai um livro para a mesa ...

Naquele tempo

MÃE, EU QUERO IR-ME EMBOR...

Há sempre alguém que resi...

As pessoas antigas

Mulheres com o mar nos ol...

17Maio2019-78anos

Good night

traço_________________

Estrela da tarde

Ler Devagar.....

segunda feira

Às vezes é preciso

Always Remember Us This W...

Japan

Às seis da tarde

Devia ...........

EU SEI, MAS NÃO DEVIA

Viu este filme? Veja

A las 5 de la tarde

Iremos Juntos Sozinhos pe...

SÊ PACIENTE; ESPERA

Se minto....

É p'rá manhã

Outros Papiros

licensecreativecommons

Licença Creative Commons
A obra Cleopatramoon de Cleopatramoon Blogue foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em cleopatramoon.blogs.sapo.pt.

favoritos

A minha coisa preferida d...

Design no escuro

Eu sou a tempestade

Desiderata

Choveu

Pássaros

Aquele traço de escrita

Pai

Amanhã Hoje é dia da Cria...

Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

subscrever feeds