Terça-feira, 8 de Novembro de 2022

Equilíbrio

120552266_10157741244843575_5930798544513424137_n-

 
Não tem nada, nada a não ser o equilíbrio entre o cigarro e os calcanhares
Dizem que escreve poemas quando o vento não se mexe na beira da maré
 
Vai até à beira mar e desafia-o, diz-lhe que nunca o poderá derrubar, nem quando, como em criança, lhe mete medo.
Não tem nada. Deixou crescer o cabelo e a barba. Já não bebe Bourbon mas não perde um conhaque aquecido.
Nos dias em que o vento fica preso no nevoeiro vai até à beira mar e fica ali suspenso, equilibrado entre o cigarro e os calcanhares e desafia o tempo.
 
Diz que procura o equilíbrio eterno,... como quando os outros nos aceitam por nos imaginarem e não por nos conhecerem.
Um dia disse-me que ser equilibrado não é ser equilibrado, é parecer, é corresponder à inclinação da maioria e não cair na tentação de os tentar desequilibrar.
 
Treina aquilo há muitos anos,....é como uma posição de karaté.... não a preparar o ataque mas a observá-lo.
Um dia perguntei-lhe se, algum dia, conseguiria equilibra-me assim como uma ave em contemplação, nos calcanhares com o braço em descanso no joelho e tirar uma longa fumaça roubada ao tempo que me encurta a vida.....
Disse que não sabia......... cada caso era um caso e ele era um caso perdido.
 
Ninguém sabia do seu próprio ponto de equilíbrio que não era de certeza aquele que os outros idealizavam..... Mas talvez com treino...
O segredo, disse ele,... é alhearmo-nos tanto quanto nos concentramos no que se passa em redor, só como observadores, sem nunca intervir, sem nunca chamar atenção...
 
Sem nunca deixar pegadas.... saltar o estado de equilibrio apenas quando a maré pode apagar as marcas........
 
Afastei-me sem o entender. Nunca conseguiria aquela pose de flamingo sem a cabeça debaixo da asa....
 
E então percebi, o eixo do ponto certo era a estrutura interna do abandono das raivas e dos medos, o eixo do ponto de equilíbrio ficava ali mesmo em linha recta dos calcanhares aos ombros completamente abandonados ao nada .... O olhar e o cigarro é que observavam tudo... ele apenas ouvia, escutava ..... num silêncio em equilíbrio com o mar...E todos o achavam ausente mas ele apenas não se envolvia.
Regressei e pedi-lhe um cigarro. Saí dali deixando marcas pela beira mar.... Eu nunca saberia o meu ponto de equilíbrio, cada caso é um caso e, no meu caso, .... era preciso muito treino.
 
ACCB
 
escrito no papiro por ACCB às 07:31
link | Escreva no Papiro | juntar aos escribas (1)

De Perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

últimos papiros

Textos estranhíssimos

Aves e Palavras

Farias 98 no dia da morte...

30 Novembro

Mundialmente falando

NÓS

CRÓNICA

DESOBEDIÊNCIA 11.11.22

Equilíbrio

A Invenção do Amor

O Mar dos meus Olhos

Escritora Serei?

Palavras para quê?

Agustina Bessa-Luís

Regressemos.................

12.10.22

A vida em prémio Nobel

Outono e Setembro

God Save the Queen

Amiga

Muezim

Sísifo

Poesia

Laco di Como...

Ser Juiz

10.08...............

TOP GUN

3 de la tarde

Tarde de trovoada Feriado...

Engolir o Universo

A Justiça

ÀS VEZES É PRECISO

Palavras Interditas

Eugénio de Andrade

Lar

Tudo vem.......

demora-te... vai....

A minha Tática

Se..........

Anel

......trago todos os chei...

Ah, abram-me outra realid...

Bom e Expressivo

A fronteira.......

Receita para escrever um ...

À cause de 1 post da Filo...

Que quereis?

Acima da Lei

Sem mim

Abril de 2022- 49ª Edição...

Outros Papiros

licensecreativecommons

Licença Creative Commons
A obra Cleopatramoon de Cleopatramoon Blogue foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em cleopatramoon.blogs.sapo.pt.

favoritos

No dia 11.11.2016 - 58 an...

Será que não aprendemos n...

...escrever...

BOM DIA!

Uma história com 50 anos

Como se chorar fizesse Ju...

Design no escuro

imperdível de Ferrante

Here I go again

A minha coisa preferida d...

Dezembro 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

subscrever feeds