Domingo, 24 de Setembro de 2017

Para ser Perfeito

 

 

 

 

Para ser perfeito tinha de ter qualquer coisa de filme francês mas falado em italiano.... Um toque assim de ruas íngremes e empedrado irregular, estreitas e a fechar o dia à frente num canal que desaguasse no mar.

 

 

Para ser perfeito tinha de não ter relógio ou aquela noção judaica de tempo como uma castração da vida, tinha de não ter hora, apenas dia com ou sem luz, e depois... dormir era perfeito só quando os olhos não pudessem mais suportar tudo o que querem aprender

 

Para ser perfeito tinha de ser mágico e isso significa nada para precisar, nem sequer comer... uma levitação da Vida pelos cantos e pelos pontos mais altos e depois mais à beira da risca da maré, da espuma do pôr do sol, salpicada de peixes que chegam à praia apenas para ver como é ser humano.... mas! voltam e mergulham nos sonhos.

 

Para ser perfeito mesmo, podia ter Sol de 24 horas e noites com todo o cansaço exorcizado em menos de um suspiro que a Vida é curta para perder a dormir.

 

 

Para ser perfeito tinha mesmo de ser falado em italiano e ter um toque de cinema francês, um genérico de Woody Allen,... e ser exibido todo o tempo... no início, durante e no fim, seria um genérico extraordinário....infinito.

E (no fim,..), naquela parte em que passam os nomes dos actores e das actrizes, tocaria até não haver mais nomes... ou seja, uma eternidade, num opening credit sem fim, envolvente, definitivo e definidor ..... só para ser perfeito.

 

ACCB

escrito no papiro por ACCB às 22:25
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

De Perfil

Sobre mim

Sou alguém que escreve por gostar de escrever. Quem escreve não pode censurar o que cria e não pode pensar que alguém o fará. Mesmo que o pense não pode deixar que esse limite o condicione. Senão: Nada feito. Como dizia Alves Redol “ A diferença entre um escritor e um aprendiz, ou um medíocre, é que naquele nunca a paixão se faz retórica.” online

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

últimos papiros

Dois Epigramas

Partimos cada dia...........

Dia 11.11.2017

A rectidão das linhas

Para ser Perfeito

Miró

Caminhos

Paris , o pintor de rua e...

O temporal esta noite.......

Para ti

Engolir o Universo

Para o raio que os partis...

Eu sou a tempestade

fotos antigas a 3 de Junh...

Depus a Máscara

Fundamento

Berlim

A cadeira

Empatias

ESPLANADA

Pai

Aquele traço de escrita

Pássaros

Amigo não é nada disso

Filhos.....

Obama

A propósito de Trump

Choveu

Desiderata

8 de janeiro 2014 9 Jane...

Um texto que dá que pensa...

Para Fazer o Retrato de u...

Poema pouco original do m...

Poema de Jenny Londoño

Tons de escrita

Super Lua

No dia 11.11.2016 - 58 an...

10.11.2016

"May be ...... the price ...

Não peças a quem pediu

Noite....

....contemplação....

Como é um alentejano?

Que se dane a regra e o p...

Sílaba súbita

É nos olhos....

Papéis velhos...

Papel em branco.....

. A escrever qualquer coi...

Linhas...

Outros Papiros

licensecreativecommons

Licença Creative Commons
A obra Cleopatramoon de Cleopatramoon Blogue foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em cleopatramoon.blogs.sapo.pt.

favoritos

Eu sou a tempestade

Desiderata

Choveu

Pássaros

Aquele traço de escrita

Pai

Amanhã Hoje é dia da Cria...

Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

subscrever feeds