Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2013

Adormeci ou choveu?

 LUMINOSA SOMBRA FOTOGRAFIA

 

Acho que adormeci...
Havia uma casa caída dentro do lago
O lago não era lago  era uma poça de chuva

Não sei se choveu
A janela estava virada do avesso
E no chão tinha o céu

Acho que adormeci...

 

ACCB

escrito no papiro por ACCB às 03:29
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Sábado, 26 de Janeiro de 2013

A Mãe os 7 filhos e o Tribunal

 

Em 20 de Novembro de 1989, as Nações Unidas adoptaram por  unanimidade a Convenção sobre os Direitos da Criança .

Portugal ratificou a Convenção em 21 de Setembro de 1990.

 


 Da mesma resulta entre outras coisas que o interesse  superior da criança deve ser uma consideração prioritária em todas  as acções e decisões que lhe digam respeito. É com os olhos  postos neste interesse que os juizes decidem.

 

 

 

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/os-filhos-tem-todos-mae-e-pai-com-direitos-e-obrigacoes=f782366#ixzz2J2Xm0uHs

 

 

 

 

escrito no papiro por ACCB às 01:15
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Sábado, 19 de Janeiro de 2013

O Vento

 

 

 

687977__stormy-sea-boat-wallpaper-resolution-high-

 

 

Começou ontem pelo fim da tarde. Abriam-se as portas à nossa passagem por artes de vendavais citadinos.
A chuva essa, teimava em salpicar apenas as primeiras horas da noite.
Despiu-se o vento e foi para a rua, toda a noite, gritar aos quatro mares de barbas longas e cabelos desgrenhados farto dos Homens, farto do Mundo que lhe impede a passagem pelas orlas marítimas.
Desvairado arrancou árvores e derrubou ferros e alturas. Diz quem viu que tinha nos olhos o relampejar dos trovões.
A chuva, essa .... passou-lhe entre os dedos como que a desafiá-lo e falou-lhe em tempos idos... de verões largos e de mares infinitos.
Esta manhã, o vento, cansado e de alma rasgada, acoitou-se perto do mar que se agita à sua presença. Ninguém sabe se voltará a enlouquecer mais logo quando a noite acordar.

ACCB

escrito no papiro por ACCB às 19:32
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

Alerta vermelho - Vento forte

 

 

Começou ontem pelo fim da tarde.

 

 Abriam-se às portas à nossa passagem por artes de vendavais citadinos.

A chuva essa, teimava em salpicar apenas as primeiras horas da noite.

Despiu-se o vento e foi para a rua, toda a noite, gritar aos quatro mares de barbas longas e cabelos desgrenhados farto dos Homens, farto do Mundo que lhe impede a passagem pelas orlas marítimas.

Desvairado arrancou árvores... e derrubou ferros e alturas.

Diz quem viu que tinha nos olhos o relampejar dos trovões.

A chuva, essa .... passou-lhe entre os dedos como que a desafiá-lo e falou-lhe em tempos idos... de Verões largos e de mares infinitos.

Esta manhã, o vento, cansado e de alma rasgada, acoitou-se perto do mar que se agita à sua presença.

Ninguém sabe se voltará a enlouquecer mais logo quando a noite acordar.

 

ACCB

 

escrito no papiro por ACCB às 18:01
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2013

Legenda de foto

 

 

Manhã na Marginal. Domingo? Talvez domingo no calendário dele. Solidão... chapéu como os velhos que o cabelo é nenhum e algibeiras de uma gabardina que já deixa passar a chuva. Nada para salvar, nada para sentir. Sonhos leves e longínquos de dias felizes disfarçados por dias sem ser feliz. Bancos à espera de momentos e de pensamentos sentados....mar bravio sem dar lugar a reflexões. Vai onda , vem onda, maré cheia de ilusões a saltar a estrada. Manhã de domingo de ano novo... velho por dentro da alma só e escangalhada. Nada para guardar. Nada para salvar. Iphone no bolso, já encharcado que nem se atreve a espreitar com medo de perder o contacto com o resto do Mundo. Calças arregaçadas pelas meias que a maré subiu os sapatos.

Nada para salvar.... Sinal de mensagem no bolso...gola puxada ao queixo que o vento e o mar teimam em entrar dentro dele...mensagem....mensagem.... espreitou de costas para o vento... Nada. Nada para guardar. Nada para salvar...talvez a árvore esguia que se ergue à esquerda...tão alta como o orgulho da sua alma e a tristeza dos seus olhos. "Salvar"!,  teima o iphone.... e as duas mãos seguram a solidão contra o vento como se fosse uma bandeira....uma árvore em luta com o tempo.
ACCB

escrito no papiro por ACCB às 00:45
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Domingo, 6 de Janeiro de 2013

so many things I could say

escrito no papiro por ACCB às 18:45
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Sexta-feira, 4 de Janeiro de 2013

era um monarca absoluto e universal.

 

 

"- Majestade... Sobre quem é que reinas?

- Sobre tudo, respondeu o rei, com uma grande simplicidade.

- Sobre tudo?

O rei, com um gesto discreto, designou seu planeta, os outros, e também às estrelas.

- Sobre tudo isso?

- Sobre tudo isso... Respondeu o rei. Pois ele não era apenas um monarca absoluto, era também um monarca universal.


Ler mais: http://expresso.sapo.pt/-a-autoridade-repousa-sobre-a-razao=f777228#ixzz2H2Wg7nU9

escrito no papiro por ACCB às 20:15
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

De Perfil

Sobre mim

Sou alguém que escreve por gostar de escrever. Quem escreve não pode censurar o que cria e não pode pensar que alguém o fará. Mesmo que o pense não pode deixar que esse limite o condicione. Senão: Nada feito. Como dizia Alves Redol “ A diferença entre um escritor e um aprendiz, ou um medíocre, é que naquele nunca a paixão se faz retórica.” online

últimos papiros

ESPLANADA

Pai

Aquele traço de escrita

Pássaros

Amigo não é nada disso

Filhos.....

Obama

A propósito de Trump

Choveu

Desiderata

8 de janeiro de 2014

Um texto que dá que pensa...

Para Fazer o Retrato de u...

Poema pouco original do m...

Poema de Jenny Londoño

Tons de escrita

Super Lua

No dia 11.11.2016

10.11.2016

"May be ...... the price ...

Não peças a quem pediu

Noite....

....contemplação....

Como é um alentejano?

Que se dane a regra e o p...

Sílaba súbita

É nos olhos....

Papéis velhos...

Papel em branco.....

. A escrever qualquer coi...

Linhas...

Chuva de lua cheia

Inércia

Adeus Meu Amigo

Esta força que ninguém po...

Portugal/França

Dois homens à beira rio

Paris En Colère

Paris Je T'aime

El embrujo de la guitarra...

A Hora de ser livre

O outro lado da rua

Tarkovsky

Bocage

Saramago - 18.6

Se partires, então, escre...

Lopetegui....Lotopegui......

Como o Sol A Pôr-se

Entrega-te ao medo e não ...

Quando a Vida Humana dá à...

papiros em biblioteca

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Março 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outros Papiros

licensecreativecommons

Licença Creative Commons
A obra Cleopatramoon de Cleopatramoon Blogue foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em cleopatramoon.blogs.sapo.pt.

Outros Papiros

Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

subscrever feeds