Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2013

Adormeci ou choveu?

 LUMINOSA SOMBRA FOTOGRAFIA

 

Acho que adormeci...
Havia uma casa caída dentro do lago
O lago não era lago  era uma poça de chuva

Não sei se choveu
A janela estava virada do avesso
E no chão tinha o céu

Acho que adormeci...

 

ACCB

escrito no papiro por ACCB às 03:29
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Sábado, 26 de Janeiro de 2013

A Mãe os 7 filhos e o Tribunal

 

Em 20 de Novembro de 1989, as Nações Unidas adoptaram por  unanimidade a Convenção sobre os Direitos da Criança .

Portugal ratificou a Convenção em 21 de Setembro de 1990.

 


 Da mesma resulta entre outras coisas que o interesse  superior da criança deve ser uma consideração prioritária em todas  as acções e decisões que lhe digam respeito. É com os olhos  postos neste interesse que os juizes decidem.

 

 

 

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/os-filhos-tem-todos-mae-e-pai-com-direitos-e-obrigacoes=f782366#ixzz2J2Xm0uHs

 

 

 

 

escrito no papiro por ACCB às 01:15
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Sábado, 19 de Janeiro de 2013

O Vento

 

 

 

687977__stormy-sea-boat-wallpaper-resolution-high-

 

 

Começou ontem pelo fim da tarde. Abriam-se as portas à nossa passagem por artes de vendavais citadinos.
A chuva essa, teimava em salpicar apenas as primeiras horas da noite.
Despiu-se o vento e foi para a rua, toda a noite, gritar aos quatro mares de barbas longas e cabelos desgrenhados farto dos Homens, farto do Mundo que lhe impede a passagem pelas orlas marítimas.
Desvairado arrancou árvores e derrubou ferros e alturas. Diz quem viu que tinha nos olhos o relampejar dos trovões.
A chuva, essa .... passou-lhe entre os dedos como que a desafiá-lo e falou-lhe em tempos idos... de verões largos e de mares infinitos.
Esta manhã, o vento, cansado e de alma rasgada, acoitou-se perto do mar que se agita à sua presença. Ninguém sabe se voltará a enlouquecer mais logo quando a noite acordar.

ACCB

escrito no papiro por ACCB às 19:32
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

Alerta vermelho - Vento forte

 

 

Começou ontem pelo fim da tarde.

 

 Abriam-se às portas à nossa passagem por artes de vendavais citadinos.

A chuva essa, teimava em salpicar apenas as primeiras horas da noite.

Despiu-se o vento e foi para a rua, toda a noite, gritar aos quatro mares de barbas longas e cabelos desgrenhados farto dos Homens, farto do Mundo que lhe impede a passagem pelas orlas marítimas.

Desvairado arrancou árvores... e derrubou ferros e alturas.

Diz quem viu que tinha nos olhos o relampejar dos trovões.

A chuva, essa .... passou-lhe entre os dedos como que a desafiá-lo e falou-lhe em tempos idos... de Verões largos e de mares infinitos.

Esta manhã, o vento, cansado e de alma rasgada, acoitou-se perto do mar que se agita à sua presença.

Ninguém sabe se voltará a enlouquecer mais logo quando a noite acordar.

 

ACCB

 

escrito no papiro por ACCB às 18:01
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2013

Legenda de foto

 

 

Manhã na Marginal. Domingo? Talvez domingo no calendário dele. Solidão... chapéu como os velhos que o cabelo é nenhum e algibeiras de uma gabardina que já deixa passar a chuva. Nada para salvar, nada para sentir. Sonhos leves e longínquos de dias felizes disfarçados por dias sem ser feliz. Bancos à espera de momentos e de pensamentos sentados....mar bravio sem dar lugar a reflexões. Vai onda , vem onda, maré cheia de ilusões a saltar a estrada. Manhã de domingo de ano novo... velho por dentro da alma só e escangalhada. Nada para guardar. Nada para salvar. Iphone no bolso, já encharcado que nem se atreve a espreitar com medo de perder o contacto com o resto do Mundo. Calças arregaçadas pelas meias que a maré subiu os sapatos.

Nada para salvar.... Sinal de mensagem no bolso...gola puxada ao queixo que o vento e o mar teimam em entrar dentro dele...mensagem....mensagem.... espreitou de costas para o vento... Nada. Nada para guardar. Nada para salvar...talvez a árvore esguia que se ergue à esquerda...tão alta como o orgulho da sua alma e a tristeza dos seus olhos. "Salvar"!,  teima o iphone.... e as duas mãos seguram a solidão contra o vento como se fosse uma bandeira....uma árvore em luta com o tempo.
ACCB

escrito no papiro por ACCB às 00:45
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Domingo, 6 de Janeiro de 2013

so many things I could say

escrito no papiro por ACCB às 18:45
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Sexta-feira, 4 de Janeiro de 2013

era um monarca absoluto e universal.

 

 

"- Majestade... Sobre quem é que reinas?

- Sobre tudo, respondeu o rei, com uma grande simplicidade.

- Sobre tudo?

O rei, com um gesto discreto, designou seu planeta, os outros, e também às estrelas.

- Sobre tudo isso?

- Sobre tudo isso... Respondeu o rei. Pois ele não era apenas um monarca absoluto, era também um monarca universal.


Ler mais: http://expresso.sapo.pt/-a-autoridade-repousa-sobre-a-razao=f777228#ixzz2H2Wg7nU9

escrito no papiro por ACCB às 20:15
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

De Perfil

Sobre mim

Sou alguém que escreve por gostar de escrever. Quem escreve não pode censurar o que cria e não pode pensar que alguém o fará. Mesmo que o pense não pode deixar que esse limite o condicione. Senão: Nada feito. Como dizia Alves Redol “ A diferença entre um escritor e um aprendiz, ou um medíocre, é que naquele nunca a paixão se faz retórica.” online

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

últimos papiros

Dois Epigramas

Partimos cada dia...........

Dia 11.11.2017

A rectidão das linhas

Para ser Perfeito

Miró

Caminhos

Paris , o pintor de rua e...

O temporal esta noite.......

Para ti

Engolir o Universo

Para o raio que os partis...

Eu sou a tempestade

fotos antigas a 3 de Junh...

Depus a Máscara

Fundamento

Berlim

A cadeira

Empatias

ESPLANADA

Pai

Aquele traço de escrita

Pássaros

Amigo não é nada disso

Filhos.....

Obama

A propósito de Trump

Choveu

Desiderata

8 de janeiro 2014 9 Jane...

Um texto que dá que pensa...

Para Fazer o Retrato de u...

Poema pouco original do m...

Poema de Jenny Londoño

Tons de escrita

Super Lua

No dia 11.11.2016 - 58 an...

10.11.2016

"May be ...... the price ...

Não peças a quem pediu

Noite....

....contemplação....

Como é um alentejano?

Que se dane a regra e o p...

Sílaba súbita

É nos olhos....

Papéis velhos...

Papel em branco.....

. A escrever qualquer coi...

Linhas...

Outros Papiros

licensecreativecommons

Licença Creative Commons
A obra Cleopatramoon de Cleopatramoon Blogue foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em cleopatramoon.blogs.sapo.pt.

favoritos

Eu sou a tempestade

Desiderata

Choveu

Pássaros

Aquele traço de escrita

Pai

Amanhã Hoje é dia da Cria...

Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

subscrever feeds