Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009

Figuras deste ano - BOM ANO 2010

Angela Merkel

 

 

Primeiro porque é mulher ( peço  perdão aos homens)

 E é uma mulher corajosa, ponderada, sensata, apaziguadora e forte.

A chanceler alemã tem nas sua mãos a garantia da continuidade da União Europeia  e da Aliança Atlântica

 

Obama

 

E depois; inevitávelmente escolho Obama

 Porque é o primeiro presidente Americano Negro

Porque tem nos seus ombros o prémio Nobel da Paz

Porque tem de provar ao Mundo que é a imagem que  mostra.

Porque foi eleito em época de crise e porque, se conseguir realizar todas as esperanças que deixou suspensas, será sem dúvida um homem na História e no Futuro dos Povos e um verdadeiro Nobel da paz que ainda não é.

 

Finalmente

Escolho cada um de nós pela inércia...

 

Se acordarmos, se quisermos, se estivermos atentos, se formos bons ouvintes e se acreditarmos, o Mundo dos Líderes de Amanhã terá a marca da Esperança que ainda temos nele.

 

Se deixarmos cair barreiras politicas, religiosas, e rácicas,...se quisermos que caiam interesses económicos e unirmos as vozes sem medos contra, injustiças, negligências, interesses económicos, jogos de bastidores e egoísmos destruidores, vaidades imbecis e Medos,...

Então seremos a figura do próximo Ano.

 

Se o Amor for a serenidade da alma que atinge o que lhe dá paz e um sono repousado e feliz.......Então teremos atingido a excelência.

 

Queremos?

 

 

Um bom Ano de 2010 -

 

Um Ano bom em 2010 -

 

Do meu espero serenidade e vontade....Força  e coragem,...sem Medos, sem redes,...

 

Vou que não sei que mais lhes diga, sendo certo que tenho muito por dizer........

 

e para ouvir.

 

 

ACCB

 

escrito no papiro por ACCB às 20:00
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (8) | juntar aos escribas

Os teus olhos

 
 
 
 
 
 
 
 
Quero apenas cinco coisas..
Primeiro é o amor sem fim
A segunda é ver o outono
A terceira é o grave inverno
Em quarto lugar o verão

A quinta coisa são teus olhos
Não quero dormir sem teus olhos.
Não quero ser... sem que me olhes.
Abro mão da primavera para que continues me olhando.

Pablo Neruda
escrito no papiro por ACCB às 19:52
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

As palavras são como cristais...

Um dos maiores poemas de amor...transparente,...sincero, escrito com a alma. -

-------------------

 

Amo-te

Amo-te de uma maneira inexplicável.

De uma forma inconfessável.

De um modo contraditório.

 

Amo-te

com meus estados de animo que são muitos,

e mudam de humor continuamente.

Pelo que já sabes,

O Tempo.

A Vida.

A Morte.

 

Amo-te

Com o mundo que não entendo.

Com as pessoas que não compreendo.

Com a ambivalência de minha alma.

Com a incoerência de meus actos,

Com a fatalidade do destino.

Com a conspiração do desejo.

Com a ambiguidade dos fatos.

Ainda quando te digo que não te amo, te amo.

Até quando te engano, não te engano.

No fundo, levo a cabo um plano,

para amar-te... melhor.

Pois, ainda que não creias, minha pele

sente falta enormemente

da ausência de tua pele.

 

Amo-te

Sem reflectir, inconscientemente,

irresponsavelmente,

espontaneamente,

involuntariamente,

por instinto,

por impulso,

irracionalmente.

Com efeito não tenho, argumentos lógicos,

nem sequer improvisados

para fundamentar este amor que sinto por ti,

que surgiu misteriosamente do nada,

que não tem resolvido magicamente nada,

e que milagrosamente, de pouco, com pouco ou nada

tem melhorado o pior de mim.

 

Amo-te

Amo-te com um corpo  que não pensa,

com um coração que não raciocina,

com uma cabeça que não coordena.

 

Amo-te

incompreensivelmente.

Sem perguntar-me, porque te amo.

Sem importar-me porque te amo.

Sem questionar-me porque te amo.

 

Amo-te

simplesmente porque te amo.

eu mesmo não sei porque te amo.

--------

Gian Franco Pagliaro

---

 

escrito no papiro por ACCB às 14:37
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

Apetecia-me assim Veneza, hoje...

 

Hoje apetecia-me Veneza assim.

Deve ser a queda forte das bátegas de água na vidraça,  que me deixa neste estado de euforia, enquanto lá fora chove.

Como se a musicalidade do temporal de Inverno, me deixassem com uma vontade incontrolável de escrever e criar,... desembrulhar as palavras e pervertê-las.

Atirá-las onde me apetecer e, fazer com elas barcos de papel resistentes a temporais e a chuvas invernais.

É como se todas as fragilidades se tornassem frágeis e se esfumassem na batida forta da chuva na calçada...

Há lá fora na noite um temporal de fim de ano que nem sequer me perturba, antes me faz estar acordada , sonhar com  loucuras de viagens e momentos bonitos e felizes.

Que tem a chuva que solta as almas?

-

ACCB

 

 

 

escrito no papiro por ACCB às 01:13
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (1) | juntar aos escribas
Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2009

Soneto do Cativo

 

 

 

 

 

Se é sem dúvida Amor esta explosão
de tantas sensações contraditórias;
a sórdida mistura das memórias,
tão longe da verdade e da invenção;

o espelho deformante; a profusão
de frases insensatas, incensórias;
a cúmplice partilha nas histórias
do que os outros dirão ou não dirão;

se é sem dúvida Amor a cobardia
de buscar nos lençóis a mais sombria
razão de encantamento e de desprezo;

não há dúvida, Amor, que te não fujo
e que, por ti, tão cego, surdo e sujo,
tenho vivido eternamente preso!

David Mourão Ferreira

escrito no papiro por ACCB às 23:19
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (1) | juntar aos escribas

A nostalgia da poesia...por aí,... descalça

Há poemas que têm o dom da alegria misturada com nostalgia, com saudade, com sina de nascer forte e arriscar a todo o pano....

O dom do grito e da revolta de quem se inquieta....Pemas onde existe um canto chão alentejano, a rua e o pregão de uma varina e um barco soprado pelo sonho,...pelo infinito do sonho...a todo o pano...

Poemas que são canções de um só destino a embarcar no cais das descobertas...

Um rio, feito de  risco de resistir, de vencer antes da morte........

São poemas de esperança acesa atrás do muro num verso em branco,  à espera de um futuro....

escrito no papiro por ACCB às 23:03
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

No teu poema

Hoje deu-me para a melancolia dos poemas e dos poetas.

Deve ser o fim do ano  por aí...à porta,... descalço.....................

 

 

escrito no papiro por ACCB às 20:20
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

TEMPO. . .

 

 
 
" Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança
fazendo-a funcionar no limite da exaustão.



Doze meses dão para qualquer ser humano
se cansar e entregar os pontos.

Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez
com outro número e outra vontade de acreditar
que daqui para adiante vai ser diferente...
...Para você,
Desejo o sonho realizado.
O amor esperado.
A esperança renovada.

Para você,
Desejo todas as cores desta vida.
Todas as alegrias que puder sorrir.
Todas as músicas que puder emocionar.

Para você neste novo ano,
Desejo que os amigos sejam mais cúmplices,
Que sua família esteja mais unida,
Que sua vida seja mais bem vivida.

Gostaria de lhe desejar tantas coisas.
Mas nada seria suficiente...
Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos.
Desejos grandes e que eles possam te mover a cada minuto,
ao rumo da sua
 

 

FELICIDADE!!! "
 
escrito no papiro por ACCB às 14:48
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

Baía de Cascais . Bom Dia !!!

Os Delfins também em contagem decrescente...

Que pena....

Ao deixar neste quadro a saudade, depois de te perder -----------------------

Na baía de Cascais
Avistei ao longe um barco a arder
Perguntaste porque o sonhava
Olhei ao céu, não pude responder

Vejo o mar nos teus olhos
Ao contar-te velhos quadros
Das viagens, que o mar soube esconder

Eu pinto esta baía assim
E são mil cores ao pé de mim
Nesta baía eu descobri
Tantas imagens perto de mim

 

Só, no cais
Vou recordar esse teu olhar
à deriva no mar

Lembro o mar nos teus olhos


Ao deixar neste quadro
a saudade, depois de te perder

Eu pinto esta baía assim
E são mil cores ao pé de mim
Nesta baía eu descobri
Tantas imagens perto de mim
 

 

tags:
escrito no papiro por ACCB às 08:09
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

Diz o meu signo

QUE EM 2010 AS ÁGUAS DE MARÇO SERÃO PROMISSORAS:

 

_____________

tags:
escrito no papiro por ACCB às 01:15
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Terça-feira, 29 de Dezembro de 2009

Pai Natal - carta sem prazo ou fora dele

Querido Pai Natal

 

escrito no papiro por ACCB às 01:24
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (4) | juntar aos escribas
Segunda-feira, 28 de Dezembro de 2009

Seria uma HONRA para mim!

 

 Ou:- Link para um herói

Ou:- Podemos ser o Herói

-

QUEREMOS SÊ-LO?

-

O Segredo está em cada um de nós

 

http://en.tackfilm.se/?id=1262033503098RA36

 

*

Já pensaram que cada um de nós podia?............. 

-

É um desafio que vos deixo para o novo ano.

 

Gostariam? Mãos à obra.

 

E um feliz ANO NOVO com gente NOVA - Nós!

-

escrito no papiro por ACCB às 22:13
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (2) | juntar aos escribas

Porque

 

porque não cabemos entre baias nem atrás de grades,
porque somos ventos, tempestades e bonanças,
porque vergamos como o bambu mas não quebramos,
porque sentimos a dor dos outros,
porque somos chuva torrencial
e calor ardente,
porque de voz rouca ou num canto límpido
gritamos as palavras,
porque somos filhos do universo,
porque somos energia e luz
porque somos poetas.


maria de são pedro
23.12.2009

escrito no papiro por ACCB às 08:54
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

Bom Dia

escrito no papiro por ACCB às 07:53
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas

16º Lisboa - Chuva e trovoada

 

 

Das cartas que me escreves

Faço barcos de papel...

De cada letra tua a bússula para chegar  ( aí )

De  cada palavra o rumo

do mar navegado em que me afundo..

 

Faço barcos de papel das cartas que me escreves

Espero que a maré  me leve

até à praia onde adormeces todas as manhãs

tens um saber dormir ao sol

durante o dia

Acordas o sonho

à noite e dizes:- Já é dia!

 

Das cartas que me escreves faço barcos de papel,

certa de que as viagens soltas

que navegarão na praia do tempo

que não vai nem volta,...

Te levarão

saudades dos barcos que navegam em cartas escritas

em barcos de papel.

 

ACCB ( 9 Maio de 2009 )

 

escrito no papiro por ACCB às 02:06
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Domingo, 27 de Dezembro de 2009

BOM DIA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

tags:
escrito no papiro por ACCB às 07:36
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (2) | juntar aos escribas

Fica para amanhã

Fica para amanhã o que podia ter feito hoje

Nem o cacau quente...

Ou ainda?

 

Juro, amanhã se o sol aquecer de novo o meu destino é o mar... logo ali pela manhã.

E o cacau quente fica para agora...Lareira acesa ainda?

Pois que ainda não esmoreceu..................

 

 

Cartas em dia,.. a do Pai Natal já esgotou os prazos admnistrativos mas, ele lê-me o pensamento.

Trago na mala um registo de momentos...Agora é a valer...

 

Muitas reticências Júlia, minha amiga?!

E tu Maria onde andas?

E Tu Maria em 3 dimensões?

E Noémia, sempre fizeste a tal compra com a Raquel?...

Filomena,..o Alentejo agora ainda é mais frio que Lisboa.

Graça, foi bom ouvir-te na Noite de Natal, mesmo ali, à séria,  misturada com filhoses...

Guida, as gargalhadas... já tinha saudades.

Lena, o Rui é forte.

Ruth, os nossos almoços de lágrimas e risos. Partilhas de sgredos e maldades...

Natália,... sempre amiga,..mesmo cheia de trabalho durante o ano.

Cristina,...miúda que andaste ao meu colo!!!

Lucinda - xi apertado minha amiga!!

Isabel,... O carinho sempre presente.

Teresa,... a garrafa ainda está à  espera da mensagem dentro.

Isabel A.- não esquecer a alma nas aguarelas...

Ana, :-) sorriso doce para ti..

Filipa, os reis magos não eram mulheres!!!!

Sofia, miúda danada.

.................

 

Há nozes lá dentro e vou comê-las...Todas não, que dizem que só duas ou três baixam o colesterol. Não preciso!!!

 

........

Xau. Até amanhã ao sol e com o Mar por perto.

 

-------------------------

Os rapazes ficam para a próxima carta, se ainda houver nozes e cacau quente :-)))

 

_____________________________

escrito no papiro por ACCB às 01:43
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas

Arranjo bonito sobre tristeza e felicidade

tags:
escrito no papiro por ACCB às 01:42
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

Gelados Santini - já provaram?

 
Conhecem a célebre gelataria italiana Santini em Cascais?

Pois eu que sou Lisboeta e habituada aquelas paragens não conhecia.
No passado Verão, depois de um turno e uma sanduiche de carne assada acompanhada de uma imperial em boa companhia, perguntaram-me:
Queres um Santini?
Que não sabia o que era.
Vais comer um dos melhores gelados do Mundo.
E não é que é mesmo?? ( Esta gente sabe cada coisa! )
 
Conhecem?!?
 
-------------------------------------
tags:
escrito no papiro por ACCB às 00:03
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (14) | juntar aos escribas
Sábado, 26 de Dezembro de 2009

Agora apetecia-me

Chocolate Quente de Canela


(receita da cozinheira Mafalda Pinto Leite)

 

 

 

Ingredientes
Duas chávenas de leite; dois paus de canela ou meia colher de chá de canela em pó; 50 g de chocolate preto cortado aos pedaços; uma colher de sopa de açúcar castanho; duas gotas de essência de baunilha; uma pimenta malagueta (opcional)
 

Preparação
Escalde o leite e a canela numa panela pequena em lume brando. Também pode juntar uma pimenta malagueta para dar um sabor mais exótico. Retire do lume, tape e espere dez minutos.  Passe por um coador para retirar a canela. Volte a pôr o leite na panela ao lume. Junte o chocolate e o açúcar e bata até o chocolate derreter. Junte as gotas de baunilha e misture. Sirva em chávenas e use paus de canela como colheres.
 

escrito no papiro por ACCB às 23:22
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

Apanharam este vôo?

tags:
escrito no papiro por ACCB às 20:14
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (1) | juntar aos escribas

"O problema maior é o péssimo funcionamento da justiça"

António Pires de Lima vê 2010
 
 
O Negócios pediu previsões para 2010 a vários gestores, economistas e líderes de opinião. António Pires de Lima, presidente da UNICER.
 
Em Portugal, o problema maior é o péssimo funcionamento da justiça que corrói a confiança no estado de direito democrático. O endividamento e o défice do Estado exige rigor na despesa pública, o alto desemprego condiciona a retoma e gera tensões sociais.
 
A Justiça é quase como a preguiça:- a Mãe de todos os vícios.
É o que me apetece dizer.
 
 
E quem é a Mãe da Justiça????
 
--------- POIS!
 
escrito no papiro por ACCB às 12:27
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas

Vem aí um novo ano...........

DESCONFIANÇA EM RELAÇÃO AOS JUIZES?

 

para pensarmos.....

 

(Praça dos Três Poderes )

 

O Conselho Superior de Magistratura é um órgão constitucional e a sua composição foi estabelecida para garantir a independência do poder judicial. Tem 17 membros. Um deles, por inerência, é o presidente do Supremo Tribunal de Justiça, sete nomeados pela Assembleia da República, sete eleitos pelos juízes e dois designados pelo Presidente da República. Esta composição pretende garantir o carácter democrático do órgão e evitar o corporativismo dos juízes.

- A ideia é que os seus membros sejam os juízes dos juízes, ou seja, as pessoas que vão julgar os juízes, de os avaliar, de os promover ou de os sancionar. Deviam ter todas as condições que os juízes têm para julgar. Imparcialidade, isenção e afastamento das questões concretas. Um juiz não pode ser bom julgador em causa própria, como não pode ser seguramente bom julgador em causa que esteja interessado.

- A nomeação de vogais para o Conselho de Magistratura com interesses próprios de escritórios que representam, de clientes que representam e de questões que são decididas por juízes que mais tarde vão julgar é absolutamente inaceitável e inadmissível.

 

António Martins-

escrito no papiro por ACCB às 11:52
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas
Quinta-feira, 24 de Dezembro de 2009

Natal é qdo uma mulher quiser FELIZ NATAL

Finalistas profissionais - Fotojornalismo e Documentário: Temas contemporâneos 1º Prémio © Giulio Di Sturco, cortesia de Sony World Photography Awards 2009

 

escrito no papiro por ACCB às 20:00
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

Obrigada Teresa!

 

 

Que imagem fantástica!

___________________Paz
__________________União
_________________Alegrias
________________Esperanças
_______________Amor.Sucesso
______________Realizações★Luz
_____________Respeito★harmonia
____________Saúde★..solidariedade
___________Felicidade★...Humildade
__________Confraternização★..Pureza
_________Amizade★Sabedoria★.Perdão
________Igualdade★Liberdade.Boa-.sorte
_______Sinceridade★Estima★.Fraternidade
______Equilíbrio★Dignidade★..Benevolência
_____Fé★Bondade_Paciência.★.Gratidão_Força
____Tenacidade★Prosperidade★.Reconhecimento
(¨`•.•´¨). ×`•.¸.•´× (¨`•.•´¨). ×`•.¸.•´×(¨`•.•´¨)
(¨`•.•´¨). ×`•.¸.•´× (¨`•.•´¨). ×`•.¸.•´×(¨`•.•´¨)

FELIZ NATAL são os votos sinceros da amiga virtual Teresa

 

 

    
tags:
escrito no papiro por ACCB às 02:34
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (6) | juntar aos escribas

Só para as Minhas AMIGAS

____________
escrito no papiro por ACCB às 02:12
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (2) | juntar aos escribas

Feliz Natal

escrito no papiro por ACCB às 01:28
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (4) | juntar aos escribas
Quarta-feira, 23 de Dezembro de 2009

...

FELIZ NATAL AQUI

 

 

 

 

-----------

tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:59
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (14) | juntar aos escribas

UAU!!!

escrito no papiro por ACCB às 23:58
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

Antiquíssimo? Ou actualíssimo?

tags:
escrito no papiro por ACCB às 00:17
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (2) | juntar aos escribas
Terça-feira, 22 de Dezembro de 2009

Porquê? A FAP pode dizer-nos?

 Um dos melhores entre os melhores.

 

Está em causa a omissão de um "toque" com a asa direita de um Alpha-Jet na copa de uma árvore, que provocou danos na aeronave, e a impossibilitaram de participar no Festival Aéreo de Lisboa, incluído nas festas da cidade.

 

 

O incidente aconteceu no regresso à Base do Montijo (BA6), no dia 13 de Junho, depois de um treino efectuado no espaço aéreo do Parque das Nações, onde no dia seguinte aconteceu a exibição, tendo sido utilizado um avião de reserva.  

 

 

 

 

Gostariamos de ficar a saber a verdade toda. Reformado compulsivamente com Louvor?

Um dos melhores.

 

Portugal ficou sem ( os ) ASAS??

 

 

-------------------------------

-------------

escrito no papiro por ACCB às 23:16
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Domingo, 20 de Dezembro de 2009

A POESIA NÃO SE APRENDE!!

_______________

 ...escrevi um dia: ...................................................

 

"...quis ser um poeta que tivesse asas... e poesia em cada voo... quis ser um poeta cujas palavras vos enchesse a casa... e que vos reencontrasse em cada dor... quis ser um poeta que fosse fogo e água e sol e terra... e que com todos esses elementos criasse um novo ser... mas há poetas que são simplesmente poetas... há poetas que ainda nem sabem que o são... há poetas... imensos... tentei um dia ser um desses poetas... e sei hoje que um poeta nunca morre... faz-se em vida mesmo na morte, soltam as asas e levam-vos o vento... protegem-vos e fazem-se ao caminho convosco... peregrinam em vós... que com ele caminhais... bebeis o sorriso dos poetas... vedes pelos seus olhos, e por detrás desses olhos, uma alma que brilha e ilumina cada recanto escuro da vossa própria alma... e é em dias de negro e frio que mais precisais dos poetas... porque eles são fonte, força e semente... um poeta nunca mente... ele, o poeta, é a vossa armadura, a vossa madrugada e o fim de tarde... a vossa lua nova ou lua cheia... são perenes todos os poetas... nascem e renascem... mesmo sem nunca morrerem... nada destrói um poeta, nem a voz nem o sentir... quis ser um desses poetas que tivesse asas e poesia em cada voo... podemos ser usados, abusados, até como lixo abandonados, enegrecidos e deturpados... simplesmente somos quem somos ... podemos ser retalhados, citados e aviltados... podemos ser usados como arma de arremesso... podemos ser teorizados e complicados... podemos ser mistificados e cristalizados... podemos até servir de pasto em chamas inquisitoriais... não somos orações, nem homilias nem credos... e não nos deixamos cair... não somos ameaça do fim do mundo... não somos propriedade de ninguém... não somos espada nem guilhotina... não cabemos na pena nem no ódio de quem de nós se apropria... somos apenas poetas... somos simplesmente imensos... não cabemos em nenhuma semana nem em qualquer dia... somos de todos os tempos... não nos deixamos aprisionar por nenhuma alma negra... somos apenas asas... não somos anjos... somos apenas amor e amamos... e se agora sei, como tão bem sei, que as palavras vos podem fazem voar, que às vezes vos levam para lá do mar, em asas de vento, de dor e de amor... sei também, como sabem todos, que não há palavras nem versos, nem poesias que cheguem para transformar um poeta num anjo..."

 

 

Quim

escrito no papiro por ACCB às 22:43
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (2) | juntar aos escribas

Happy Xmas (War is Over)

escrito no papiro por ACCB às 21:30
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (1) | juntar aos escribas
Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2009

Aos amigos que gostam de pequenas coisas

escrito no papiro por ACCB às 21:59
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (4) | juntar aos escribas

13 gotas ao deitar

 

Alfa pendular, 7hoo da manhã. Já ficaram para trás as ruas frias de Lisboa que aquela hora apontavam 6º graus.

Embalo doce  mas, olhos despertos para acabar o livro escrito por mulheres e, oferecido em tom de provocação, por um homem.

 

Linhas semelhantes. Uma ou outra que tenta um desvio da narrativa que, vai descambar no imprevisível previsível. Só podia acabar assim. De forma estranha.

Todo o livro é estranho mas, lê-se bem e rapidamente por isso mesmo.

Histórias estranhas. De mulheres?

Não, afinal era um homem. Seria?

 

Porto -  Campanhã.

Manhã alucinada de papéis e tarde com café com amigas de olhos alegres e outros longe mas muito perto.

Entre aguarelas e sorrisos, o Magestic é o ponto de encontro.

Lá  fora os chapéus de chuva passam de lado a lado em caminhadas imparáveis.

 

S. Bento , Caíde para Campanhã... e Lisboa no regresso.

Promessas de voltar, talvez para um jantar ou uma noitada.

Partilhas.

 

Gare do Oriente. Mãe e filha em cumplicidades do dia em frente a uma chávena de chocolate quente e pela noite até que o sismo se faz sentir.

Sossegos de familia. Os homens dormem, as mulheres desenham e pintam.

 

Um dia a mais pela noite dentro.

 

13 gotas ao deitar?

Quem se havia de lembrar?!

 

ACCB

 

 

 

escrito no papiro por ACCB às 21:47
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas

Há lá melhor coisa no mundo!

QUE DANÇAR!!! BOM ALMOÇO

escrito no papiro por ACCB às 12:45
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

Agorinha mesmo

 

SISMO EM LISBOA_ EPICENTRO a 180 Km do Cabo de S. Vicente

 

 

--

 

 

Protecção Civil regista 8 réplicas durante madrugada, todas de magnitude inferior ao abalo.

------

escrito no papiro por ACCB às 01:37
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (7) | juntar aos escribas
Terça-feira, 15 de Dezembro de 2009

Segredos do coro....

 

 

 

E houve um coro antes....

Houve mesmo! -.....

 

E foi o coro o culpado do descalabro aquela hora no passeio da faculdade.

Luzes de noite fria em cenário e saltos altos com meias cor de jantar com luzes...

 

Alternativa:- contar anedotas ordinárias.

 

Mas,... cantar um espiritual negro é sempre uma tentação e revelaram-se  fraquezas ou segredos que só o coro do liceu conhecia. Ai!!

 

______________

escrito no papiro por ACCB às 00:35
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Segunda-feira, 14 de Dezembro de 2009

AS INCLINAÇÕES RECÍPROCAS

 

 

Quando os peixes começam a ganhar raízes no fundo do mar,
os pescadores mergulham num tão longo desespero
que desatam a escrever-lhes poemas de amor,
que lançam até dois mil metros de profundidade,
em papelinhos verdes presos aos anzóis.

Os peixes, porém, cansados de tanto lixo,
devolvem os papéis e as palavras,
aproveitando apenas os anzóis
para erguer os seus muros de arame farpado.

 

Haukur Haraldsdóttir

 

(1867-1906 – Islândia)


Jornal de Notícias, 17 de Novembro de 1937 

 

AQUI

 

Tradução de Cristovão Meireles

escrito no papiro por ACCB às 07:33
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (1) | juntar aos escribas

Então,...boa semana

tags:
escrito no papiro por ACCB às 07:30
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (1) | juntar aos escribas

De Perfil

Sobre mim

Sou alguém que escreve por gostar de escrever. Quem escreve não pode censurar o que cria e não pode pensar que alguém o fará. Mesmo que o pense não pode deixar que esse limite o condicione. Senão: Nada feito. Como dizia Alves Redol “ A diferença entre um escritor e um aprendiz, ou um medíocre, é que naquele nunca a paixão se faz retórica.” online

últimos papiros

Miró

Caminhos

Paris , o pintor de rua e...

O temporal esta noite.......

Para ti

Engolir o Universo

Para o raio que os partis...

Eu sou a tempestade

fotos antigas a 3 de Junh...

Depus a Máscara

Fundamento

Berlim

A cadeira

Empatias

ESPLANADA

Pai

Aquele traço de escrita

Pássaros

Amigo não é nada disso

Filhos.....

Obama

A propósito de Trump

Choveu

Desiderata

8 de janeiro de 2014

Um texto que dá que pensa...

Para Fazer o Retrato de u...

Poema pouco original do m...

Poema de Jenny Londoño

Tons de escrita

Super Lua

No dia 11.11.2016

10.11.2016

"May be ...... the price ...

Não peças a quem pediu

Noite....

....contemplação....

Como é um alentejano?

Que se dane a regra e o p...

Sílaba súbita

É nos olhos....

Papéis velhos...

Papel em branco.....

. A escrever qualquer coi...

Linhas...

Chuva de lua cheia

Inércia

Adeus Meu Amigo

Esta força que ninguém po...

Portugal/França

papiros em biblioteca

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Março 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outros Papiros

licensecreativecommons

Licença Creative Commons
A obra Cleopatramoon de Cleopatramoon Blogue foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em cleopatramoon.blogs.sapo.pt.

Outros Papiros

Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

subscrever feeds