Sexta-feira, 29 de Agosto de 2008

Ilusão de óptica. Não há violência

 
Ainda silêncios (que me preocupam)
 ( Foto de Emanuel Valentim )
_
" O  que mais preocupa não é nem o grito dos violentos,
dos corruptos,
dos desonestos,
dos sem-caráter,
dos sem-ética.
.........................
O que mais preocupa é o silêncio dos bons "
*
Martin Luther King.
_
 
 
Hoje o Cleopatramoon entre o fazer a digestão e o gozo do descanso merecido , decidiu vir aqui num pulinho que isto é caro e o tempo  não dá tréguas, falar do que lhe vai na alma quanto aos silêncios e à coragem de os quebrar.
 
Mais uma vez o Procurador Geral não me surpreende e não me surpreende porque lhe continuo a reconhecer a coragem de falar, ser incisivo e directo e agir,  quando os outros fazem  discursos e expõem as suas razões e necessidades do País entre meias palvras e desejos "de".
 
Pois.
 
"Não há violência, -dizia há dias um senhor muito empertigado e com tiques no queixo - O que há é mais notícia sobre crimes.
UPS! Então?!
E os assaltos às caixas multibanco nos Tribunais? E as bombas de gasolina a serem assaltadas até à luz do dia? E o pessoal a ser sequestrado nos bancos? E os gangs a entrarem pelas casas dentro? E as pessoas que se dizem violentadas, pés no peito, em cima da cabeça com as frases :- "Passa para cá o dinheiro que aí há!" ????
E os cinco anos, o "até cinco anos" ,... que a lei nos impõe para poder manter  em prisão preventiva quem faz do roubo e do crime e do descaramento de os cometer profissão, hobbie, ou o raio que os parta .
AH! Mas as prisões estão cheias!!
AH! Mas os arguidos coitadinhos devem estar em liberdade!
AH! Mas somos um país democrático.
Ou seremos um país de bananas?
BANANAS!
 
É por isso que quando Pinto Monteiro diz:
“Nós temos que ter a noção de que o Ministério Público é um órgão de justiça, não um órgão de segurança. (...) esta é uma tarefa que cabe preferencialmente aos órgãos de polícia criminal, aos serviços de informação”, eu concordo com ele.
O País tem de se organizar
As forças de segurança precisam de exercer as suas funções em segurança, com mais meios. Porque é que tiraram, por exemplo,  a GNR de alguns locais onde conheciam como as palmas das mãos as populações e o terreno?
Foi por exemplo o que aconteceu em Loures. E veja-se o aumento de criminalidade violenta. Não é uma criminalidade de trazer por casa, de putos que consomem estupefacientes e vendem no jardim.
Há armas, há violência, há o factor surpresa e o sentimento medo.
Porque é que se confunde uma Policia de Segurança Pública com uma Guarda Nacional Republicana, se  as funções são absolutamente diferenciadas?
 
O Procurador quer criar e vai criar equipas especiais.
Pode ser que esta proposta do PGR que não soluciona sózinha a questão, diga-se, mas ajuda muito,  arranque os rabos dos senhores procuradores das cadeiras e os leve a  dirigir verdadeiras equipes de combate ao crime numa interdisciplinaridade que nos leve a sentir mais seguros porque há homens que zelam com segurança pela nossa segurança.
"A cooperação, a partilha de informação em tempo útil, a especialização e a articulação de esforços são essenciais para a obtenção de resultados contra uma criminalidade cada vez mais organizada e global". Concordo. Mas esta tem de ser feita com vontade politica.
 
Para ser politicamente correcto o senhor Ministro da Justiça concorda com as medidas propostas pelo Procurador Geral mas......mas,... recusa alterar os códigos. Será que ainda não deu pelas implicações dos mesmos? Pelos resultados a que estamos a chegar? Pela falta de força e de meios das polícias, pelo ridículo em que estão a cair os Tribunais, a Justiça, o País? Ou será que é isso que se pretende? Não o creio.
 
De qualquer forma eu continuo a entender que qualquer crime praticado com arma de fogo e com as leis que temos admite de imediato prisão preventiva .
Não vejo porquê esta alteração à lei das armas. Para disfarçar ou evitar o quê?
Então e o artº 204º CPP?
Não há perigo da actividade criminosa?
Não há perturbação da tranquilidade pública?
Não se reúnem os pressupostos para aplicação da prisão preventiva?
Mas andamos todos a dormir ou quê?
Provavelmente "Quê"!
 
Qdo os actuais códigos penal de processo penal saíram em Setembro de 2007 logo se pressentiu que não iriam trazer celeridade eficácia e credibilidade ao sistema. Para mais, se tivermos em conta as alterações que se seguiram a outros níveis  tirando jurisdição a uns agentes de autoridade e dando-a a outras. Trocando a uns, aquilo para que estão vocacionados e, obrigando outros a adaptarem-se ao que não conheciam.
 
Ou seja, os problemas não só persistiram como se agravaram e o Sr. Ministro teima em não alterar nada.
Errar é humano senhor ministro. Continuar no erro é que já é outra coisa.
Onde anda a vontade politica? A humildade do legislador, a vontade de reconhecer que é preciso que todos façamos mais e melhor, refazer, aperfeiçoar?
 
E senhor Juízes , interpretem a lei e apliquem a lei que serve para punir, prevenir e proteger.
É que neste vai e vem em que ninguém se entende, onde casa em que não há pão todos ralham e ninguém tem razão, há sempre alguém que vai lucrando e, não é, pelo que se vê, o cidadão que cumpre com os seus deveres e se vê e cada vez mais impossibilitado de exercer os seus direitos.
É por isso que cada vez admiro mais os homens que agem e prevalecem sobre os que apenas falam, falam... ( e não dizem nada!)
 
Mais uma vez parabéns ao PGR.
-
ACCB

 

 

Em tempo:- Talvez AGORA por causa DISTO, a lei mude mesmo. Será que foi preciso assaltar o porta voz do PS?

tags:
escrito no papiro por ACCB às 14:42
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (23) | juntar aos escribas
Sexta-feira, 22 de Agosto de 2008

A minha canção para os nossos atletas

 

Yves La Rock - Rise Up

 

 

 

Rise Up

Don't you fall down again

Rise Up It's time we breake the chains

I try to fly, no lie, so high

Direction sky I try to fly, no lie, so high

Up to the sky

My dream is to fly
Over the rainbow so high

 

Só vim em estilo fly by dedicar esta canção aos nossos atletas que triunfaram

nos Jogos Olímpicos,

 

 NELSON ÉVORA - VANESSA FERNANDES
 

também aos que não triunfaram

(mas não ficaram a dormir de manhã)

e aos que ainda triunfarão.

 

AH! E não pensem que eu não tenho lido jornais. Sei que foi aprovado o novo mapa judiciário. - Fico à espera de que haja dinheiro para passar da teoria à pratica e à espera de que mais uma vez não aumentem os  impostos para custear esta mudança;

 

Também não passei ao lado do escudo anti míssil e esperem-me para falar desta assinatura entre a Polónia e os EUA debaixo do olho da Rússia;

 

Quanto ao veto Presidencial à nova lei do divórcio tentarei escrever, a seu tempo, algo sobre a força e a sensatez do mesmo. Não está esquecido.

 

E como vou ter de continuar a andar de avião nem falo do lamentável e desastroso acidente em Madrid. Para poupar verbas?! Meu Deus! Onde é que nós chegámos?!

Para sossego de alguns deixo a lista de passageiros, meio escondida, por respeito a outros.

 

ACCB

-

Lista de passageiros divulgada pela Spanair

 

 

NOTA:_ PARA OUVIR A CANÇÃO, caso não consigam,  CLICAR DUAS Xs SOBRE O CLIP - abre no you tube.

 

 

 

escrito no papiro por ACCB às 23:59
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (10) | juntar aos escribas
Quarta-feira, 13 de Agosto de 2008

Sonho....

 

 

( Foto ACCB - Férias 2008)

-

Havia uma janela e não era esta. Eu lia um livro num cadeirão vermelho escuro, o chão era de madeira corrida escura e encerada e o sol entrava como o meio dia pela abertura que vinha de fora, uma enorme janela rasgada na parede entre as duas portas que ficavam frente a frente.Duas portas, ...uma por  onde entrar e outra em frente como em corredor,...por onde sair.

Eu entrara por esta.

Era Alentejo.

A sala onde me encontrava não chegava a ser sala mas era uma divisão sóbria pequena e aconchegante.

Tinha outro cadeirão de outra cor mas que ficava bem com aquele.

Na parede à minha esquerda e defronte para o Alentejo uma cómoda antiga e enorme com 5 gavetas. Tantas como as cómodas antigas lá da casa da minha infancia quando a infancia ía de férias ao sol do Alentejo que entrava pela janela.

De repente os passos de uma sombra de mulher agora magra, entraram-me pela outra porta e pelo livro dentro e falaram dele, de um homem....

Disseram-me que tinha uma miúda daquelas que gostam de andar de mota, sair à noite e viver bem sem compromissos. Chorou a sua ausência mas sem lágrimas.

Não sei como mas havia pó, muito pó em cima da cómoda e eu levantei-me para o limpar.

Não tinha entrado pela luz que tremeluzia  com a manhã, não ficara ali da noite anterior.

Aquele pó tinha chegado com aquela mulher de voz forte e arrastada, triste, antiga. Uma tristeza postiça...sonsa...venenosa...

Juntei o pó apressada como que a querer esconder descuidos que nunca tivera e era uma  quantidade enorme de pó, uma quantidade tão grande que ía jurar que ela o trouxera com ela e o colocara ali só para me envergonhar.

Tanto pó que as notícias dela trouxeram...

Acordei sem dar destino ao pó ....

Será que o levou com ela?

Será que o enterrou nele?

-

ACCB

 

Alguém sabe interpretar sonhos?! Uffff

tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:19
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (47) | juntar aos escribas

O Verão de mão dada com o vento ontem.

 

As férias só deviam trazer sol e mar e passeio,.. passeio e leitura e bronze....Mas não. Para além de trazerem surpresas inesperadas, ontem à noite depois de um jantar agradável entre familia e amigos, o vento frio fez-se sentir.

 -É Verão ?|! -perguntaram alguns.

- É Verão, só que está frio. É da proximidade do mar! - alguém respondeu rindo com os cabelos revoltos ao vento.

Nestas coisas os ombros nus resolvem-se face ao frio com um lenço largo que este ano se usa ( e abusa)  ou com um blusão simpático que alguém prevenido dispensa e, depois, dentro de um carro quem é que tem frio?!

Mas... espero bem, que o calor das noites de Verão que eu amo, volte. Sim, porque isto de estar de férias, levantar-se vento na praia pelas 4h00 da tarde e ficar frio à noite quando devia fazer calor,..... é cá uma seca!!!

-

ACCB

tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:06
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (16) | juntar aos escribas

Frase do dia

 

 

- Como Pinto da Costa, TAMBÉM fui estúpido!!

 

 

 

Meravigliosa creatura que descobriu que também era estúpido.

Quantos homens andarão por aí com Carolinas do Norte à perna e que ainda não descobriram?!

 

Francisco Rolo

 

escrito no papiro por ACCB às 12:59
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (18) | juntar aos escribas
Sexta-feira, 8 de Agosto de 2008

para TODAS as MULHERES

 

 

 

Retirado " a sério" por haver reclamações ;-))))

escrito no papiro por ACCB às 23:57
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (12) | juntar aos escribas

The Story....I like this voice.

click to comment

 

 

The Story - Brandi Carlile -

 

 

 

Esta miúda tem uma voz fantástica. Rebelde. I like this voice!

 

 

tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:35
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (2) | juntar aos escribas

O Livro dos amantes

 
Pusemos tanto azul nessa distância

ancorada em incerta claridade

e ficamos nas paredes do vento

a escorrer para tudo o que ele invade.


Pusemos tantas flores nas horas breves

que secam folhas nas árvores dos dedos.

E ficámos cingidos nas estátuas

a morder-nos na carne dum segredo.


Natália Correia

 

Beethoven 5th Piano Concerto "Emperor" 2nd Mvmt.

Escutem o piano com o som alto se possível...é delicioso...poderoso, mas muito, muito delicado. São 8 minutos de prazer.

escrito no papiro por ACCB às 23:34
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (16) | juntar aos escribas

Frase do dia

 És o meu poema de Amor

O meu Amor

O meu lindo poema"

P.G.
 
 
 
 

 

tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:29
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (4) | juntar aos escribas

Desafio de 8 de Julho para 8 de Agosto

Decidi subir o desafio de 8 de Julho para 8 de Agosto.

Acho que há por aí muita gente com muita carta de  (des)Amor por escrever. E depois,... estamos no Verão.

Quem ainda quiser deixar o seu escrito, fica à vontade.

E quem quiser ler os maravilhosos contributos dados a este desafio, que se delicie....

 

 

 

"Todas as cartas de amor são ridículas. Não seriam cartas de amor se não fossem ridículas. Também escrevi em meu tempo cartas de amor. Como as outras, ridículas..."

-
- Fernando Pessoa

____________

Anda agora aí uma febre de publicar cartas de amor de pessoas célebres. Esta semana na TABU vinha uma carta do Eça a Emília de Rezende, escrita 4 meses antes do casamento que durou 14 anos.

Não que algum de nós esteja para casar........., ou está?!..

Não que algum de nós seja famoso....

Mas...porque não aceitar o desafio?!

 

Desafio-vos a escreverem uma carta de "desamor" .

Alguém ainda sabe escrever cartas de "desamor"? E de amor?

As cartas de "desamor" serão cartas de amor?!

_

Deixo o meu modesto contributo:

 

 

Meu Querido Amor

 

Já vai tempo que te chamava assim e tu sentias que o Mundo desaparecia à tua volta.

Nunca soube se era o teu coração que se sobressaltava ao ler estas palavras, se era o teu olhar que ficava suspenso de uma ternura que não julgavas possível, nem tua.

Há muito que quis escrever-te uma carta. Mas faltava-lhe a alma, a ela e, a mim também. As cartas têm alma. Como nós ...Sabias?

Quis escrever-te uma carta, ..uma carta que te falasse deste meu teimar em não esquecer, deste meu permanecer sem dares por isso, desse teu desatinado  modo de sentir-te...de sentir-nos.

Mas já não sei escrever cartas de amor e sem alma ninguém ama , nem escreve...

Perdi o dom de ser ridícula e de te oferecer sem rede e sem disfarces tudo o que sinto..

Perdi o dom de escrever cartas de amor

Agora se escrevo alguma coisa, ( para ti )  fala de assuntos sérios e do interesse geral.. de nós já ninguém fala.. nós não existimos....

Já não é urgente o Amor

Já as palavras não são cristais

Já nem sequer são punhais...

Já nada há de ridiculo nas cartas que te escrevo .

As cartas de amor perderam-se .... ou fomos nós que esquecemos o caminho?

-

ACCB

 

 

tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:20
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (144) | juntar aos escribas
Quinta-feira, 7 de Agosto de 2008

Casos.....................

 

"Casos como o de um amante que gosta com mais força que aquela que teve para nascer.

 

Que um dia ama mesmo com as mãos trémulas que vira nos filmes, com a voz a falhar em momentos de intensidade não escutada.

 

Que aceita uma mulher como a única mulher, apreciando cada cabelo seu pelo cheiro que passa a saber descodificar.

 

É um homem a amar uma mulher, tão simples como a vida, tão grande como algo que nunca viu. E ela diz-lhe que ficará para sempre, ele responde que nunca partirá.

Sabem que mais verdade não podem dizer, que no momento é tudo o que sabem e precisam.

 E ele finalmente descansa, aceitando o seu primeiro Sempre, não temendo o futuro nem o ontem.

 

 Há um pequeno mecanismo lá dentro que diz que o sempre tem limites, que um dia ela parte e ele se parte, ou vice versa.

Que o vazio chegará lancinante, como a chuva que avisa os relâmpagos ou as feridas que avisam cicatrizes.
Ele não ignora o mecanismo mas aprende a viver com ele, nunca o ama nem alimenta, não o tapa quando faz frio, não conversa com ele.

 

Deixa-o só ficar.

Tanto que se esquece que o matreiro ainda ali está.

E ele aproveita.

Chega.

O fim do sempre que o homem já previra.

Alguém vai embora e é mais uma casa a ficar sem móveis, a fazer eco, a não abrir janelas.

E ele, que sempre soubera, chora.

Não por outro Sempre, mas pelo mesmo que ainda tem e que agora é só seu.
O Sempre é sempre o mesmo.

Falível e por isso infinito.

 

-
MATILDE CAMPILHO - in " A Voz que nos trai"

 

escrito no papiro por ACCB às 23:59
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas

Lembram-se?

Raphael - "Yo soy aquél"

escrito no papiro por ACCB às 23:50
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (2) | juntar aos escribas

A Tempestade do Destino

Tela  de Turner

Por vezes o destino é como uma pequena tempestade de areia que não pára de mudar de direcção. Tu mudas de rumo, mas a tempestade de areia vai atrás de ti. Voltas a mudar de direcção, mas a tempestade persegue-te, seguindo no teu encalço. Isto acontece uma vez e outra e outra, como uma espécie de dança maldita com a morte ao amanhecer. Porquê? Porque esta tempestade não é uma coisa que tenha surgido do nada, sem nada que ver contigo. Esta tempestade és tu. Algo que está dentro de ti. Por isso, só te resta deixares-te levar, mergulhar na tempestade, fechando os olhos e tapando os ouvidos para não deixar entrar a areia e, passo a passo, atravessá-la de uma ponta a outra. Aqui não há lugar para o sol nem para a lua; a orientação e a noção de tempo são coisas que não fazem sentido. Existe apenas areia branca e fina, como ossos pulverizados, a rodopiar em direcção ao céu. É uma tempestade de areia assim que deves imaginar.

 

Haruki Murakami, in 'Kafka à Beira-Mar'

escrito no papiro por ACCB às 23:48
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (2) | juntar aos escribas

Jogos Olímpicos

Mais de 120 atletas, 40 dos quais estão nos Jogos Olímpicos de 2008, assinaram hoje uma carta aberta dirigida ao governo chinês, encorajando-o a respeitar os direitos humanos e a liberdade religiosa, em particular no Tibete.

 

Os jogos olímpicos não são de agora e , tiveram  a sua génese da Grécia antiga.

Considerados jogos pagãos foram proibidos pelo IMperador Teodósio mas ressuscitados mais tarde pelo baraõde Coubertin - Pierre de Fredi.

A partir daí realizam-se segundo a tradição grega de 4 em 4 anos.

 

Sem dúvida que os Jogos Olímpicos são vistos por uns como uma forma de aproximação entre os povos E são-no  se tivermos em conta que os atletas convivem entre si no maior do desportivismo e camaradagem, com vista é certo ao 1º lugar, mas sem politiquices.

Mas é aqui que, sem dúvida e como todos também sabemos, os Jogos Olímpicos são vistos por outros como a via de reivindicar atitudes e direitos  e agredir politicamente  .

 

São exemplo disso :

- o massacre de Munique em 1972, em que membros da comitiva israelita foram feitos reféns por extremistas palestinianos.

- os boicotes durante a Guerra Fria, aos Jogos de 1980 e 1984, pelo bloco de países soviéticos e pelos Estados Unidos, respectivamente,

- e também o atentado à bomba ocorrido em Atlanta em 1996.

-

Esperemos que os deste ano, não nos tragam leviandades, nem desgostos , nem tragédias, porque, como dizia alguém ao comentar o post sobre Hiroshima, o Homem ainda não aprendeu.

 

Esperemos que a chama Olímpica furtada a Zeus por Prometeu, não se apague.

Tendo em conta que Prometeu representa a vontade humana por conhecimento   e que a captura do fogo para oferecer aos homens é simbolo da  audácia humana pela busca de conhecimento e pela partilha do mesmo, esperemos  que os homens não soprem para longe a partilha por um mundo melhor mais unido e em luta pelo equilibrio de todos a todos os níveis.

Sonhos?

Mas é o sonho que comanda a vida.

-

ACCB

 

 

escrito no papiro por ACCB às 22:30
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

À Americana!! (?!)

Dois assaltantes e dois reféns estão no interior da dependência do BES na rua Marquês de Fronteira, em Lisboa, de acordo com fontes policiais citadas pela Lusa. Uma terceira refém terá sido libertada durante a tarde, depois de se ter sentido mal, mas a polícia não confirma esta informação. As negociações com os assaltantes, que desde as 15h05 mantêm as pessoas dentro do banco vão prosseguir, afirmou fonte da PSP no local.
Polícia em negociações com assaltantes de dependência do BES em Lisboa
Assalto em curso numa dependência do BES em Lisboa

 

 

escrito no papiro por ACCB às 19:57
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (32) | juntar aos escribas
Quarta-feira, 6 de Agosto de 2008

Hiroshima - 6 Agosto 1945

 

Será que os Homens aprenderam a lição?

 Enola Gay, you should have stayed at home yesterday
Ah-ha words can't describe the feeling and the way you lied

These games you play they're going to end in more than tears some day
Ah-ha Enola Gay it shouldn't ever have to end this way

It's eight fifteen and that's the time that it's always been
We got your message on the radio
Conditions normal and you're coming home

Enola Gay, is mother proud of little boy today
Ah-ha this kiss you give, it's never going to fade away

Enola Gay, it shouldn't ever have to end this way
Ah-ha Enola Gay, it shouldn't fade in our dreams away

It's eight fifteen and that's the time that it's always been
We got your message on the radio
Conditions normal and you're coming home
 

escrito no papiro por ACCB às 22:37
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas

Jorge Palma : Boletim Meteorológico

 

Ofereceram-me há dias um CD do Jorge Palma. Uma das letras  de uma das canções é muito engraçada para além de ter muito conteúdo. Como não encontrei a música no You tube, deixo-vos apenas o poema.

Leiam com atenção. Adoro a parte que diz:

-Às vezes apetece-me oferecer-te um presente
mas nem sempre calha
e quando calha é quase sempre
aparentemente insignificante
 

Letra e música: Jorge Palma


Eu tenho um certo gozo em ver-te contente
já sei que o meu sentimento é banal
mas nem por isso o que eu te digo
a meu ver é menos importante

Às vezes apetece-me oferecer-te um presente
mas nem sempre calha
e quando calha é quase sempre
aparentemente insignificante

Por exemplo gostava de te dar uma paisagem
com camelos e mar ao fundo
maravilhosa e serena
tranquilamente estimulante

Mas como pintor sou um desastre
e como economista ainda mais decepcionante
mesmo assim eu insisto em fazer parte
do teu mundo

O boletim meterológico anunciou calor
não vou duvidar
faz sentido no meu sistema solar

Imagina que sou um ilusionista
que arranca coisas do chão, do chapéu, do coração
talvez assim vejas em mim um homem novo
todo elegante

O que na verdade sou e a verdade
pode ser elavada à coisa sonhada
reinventada por muito se querer
e eu quero ser o teu amante

Desta vez vou construir uma cama de espuma
adequada à  função de voar
com limpa pára-nuvens
mesmo à altura do teu olhar

Se for preciso um pára-quedas arranjam-se
uns milagres em bom estado prontos a usar
se achares que não valeu a pena, aí lamento
mas não posso mesmo concordar

O boletim meterológico anunciou calor
não vou duvidar
faz sentido no meu sistema solar

-

O Jorge Palma tem uma forma gira de dizer as coisas. É antiga esta canção.

escrito no papiro por ACCB às 21:41
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (1) | juntar aos escribas
Terça-feira, 5 de Agosto de 2008

Prisão Preventiva By Night

 

Ora parece que há por aí um projecto de Lei que quer experimentar a prisão preventiva By Night.

Ou seja, o arguido em prisão preventiva que recorra da aplicação desta medida de coaccção, pode cumprir a medida de prisão preventiva, durante a noite.

Ou seja, durante o dia mantem-se na sua actividade habitual, nomeadamente aquela que o levou a ser posto em prisão preventiva e, à noite, vai dormir ao estabelecimento prisional, pois então!!

Ou seja, , uma vez que fica caro ao Estado, ( o Estado somos nós que pagamos os impostos), manter um preso em preventiva, há que aliviar os cofres do Estado e também os do Estado.

Não me fiz entender?

Imaginemos (que eu gosto de imaginar ), que um individuo é preso a roubar , vamos lá falar de carjacking ou homejacking, para vos pôr atentos e dentro da linguagem, banalizada é certo, mas chamativa.

Imaginemos pois que um tipo é apanhado a praticar um carjacking mas argumenta que "é jovem pá, que estava na molhada com os outros e que nem sabia que aquilo ía acontecer, porque ele foi só fumar uma ganza  com os bacanos dos amigos...."

 

Vai na volta foi apanhado mesmo na hora H, ou como diria o meu avô, com a boca na botija.

 

Recorre da decisão que o coloca em prisão preventiva a aguardar julgamento  e pronto.!! Fica durante o dia pronto para a actividade  e à noite vai descansar o corpinho ao EP.

Alivia os cofres do Estado que somos nós e, os do Estado  que somos nós porque durante o dia pode continuar a cometer ilicitos , nomedamente a assaltar  pessoas nas suas casas e carros ou na rua em passeio.

 

Não será que o legislador está a ver mal a questão?!?

É que, que eu saiba, a Prisão preventiva é a ultima medida a ser aplicada, a medida mais gravosa, aquela que retira a liberdade a alguém e só se aplica em ultima instância, nomedamente,  para impedir a continuação da actividade criminosa.

 

Ai o carjacking é só  à noite?!
E o tráfico de cocaína e heroína? Nomeadamente os correios de droga com 8 e 10 kg de produto no minimo? E os homicídios? e....

-

Pois é o legislador não está bem a ver quando é que um Juiz aplica a prisão preventiva, nem está bem a ver, para que serve a medida em questão nem quais as finalidades que tem em vista.

 

Será  que temos de fazer uma declaração ao País a meio de férias?!

-

ACCB

tags:
escrito no papiro por ACCB às 21:13
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (24) | juntar aos escribas
Segunda-feira, 4 de Agosto de 2008

Gosto de ir aqui

 

Caneta sobre papel na Janela de Alberti

 
sinto-me:
tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:22
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (28) | juntar aos escribas

:::::.............................e Pronto!

OFICIALMENTE ESTOU:

 

click to comment click to comment click to comment click to comment

tags:
escrito no papiro por ACCB às 22:20
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (10) | juntar aos escribas

O meu, ...o nosso Tejo

Escondido

( Foto de Isabel Gomes da Silva )

escrito no papiro por ACCB às 17:47
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (8) | juntar aos escribas

Deixemo-nos de ciganices

 

( foto de Maria da Piedade- e a mão não é minha)

 

Esta coisa do Bairro da Fonte, logo ali em Loures, deixou-me a pensar cá com os meus botões, quem é que afinal é descriminado.

Afinal o que eu pensava que tinha acontecido era que um casal de etnia cigana se tinha pegado dentro do carro tinha discutido e, com a habilidade do costume que muitas vezes nem implica ter carta de condução, tinha batido no carro de alguém que por acaso até era de raça negra.

Que o proprietário do veículo tinha vindo pedir explicações pelo sucedido e que tinha havido um enorme tiroteio " a toda a volta".

Era isto quer eu pensava que tinha acontecido.

Depois, passados uns dias, não foram precisos muitos, ouvi dizer que os ciganos do Bairro se tinham organizado à  volta da CMLoures e, vai de dizer que iam fazer uma manifestação nacional porque não queriam viver no bairro.

Tinham medo.

Sentiam-se inseguros.

Não voltavam e pronto.

 

E eu pensei cá com os meus botões:- Então e se eu, por causa do que sucede de qdo em vez  perto de casa, como daquela vez que assaltaram a garagem cá do prédio e partiram uns carros e levaram umas coisas com dono,   fizer um acampamento à porta da autarquia e ameaçar com uma manifestação nacional?

Humm  mas em nome de que raça ou etnia?

Hummm não tenho voz pensei. Não tenho voz mesmo....

 

Não sou minoria, pago os meus impostos, compro só o que posso e quando posso, ainda estou a pagar a hipoteca da casa, já tenho os carritos pagos, tenho carta, os putos vão os dois à escola fazer o ensino obrigatório,  a retenção dos meus impostos é feita na fonte...cá em casa não há machismo nem matriarcado...Não há hipótese. Não tenho voz....

 

E o pior foi quando ouvi na TV:

-Aiii, senhora,... levaram tudo! Entraram por ali dentro e levaram tudo! O plasma,  a play station dos miúdos..... tudo.. tudo...

 

Ora bolas!

Quem é que afinal é descriminado?

Eles que até podem manifestar-se

Ou eu que nem posso parar ao pé da CMLoures para levantar dinheiro na CGD que é logo ali? Se penso fazer isso  oiço logo um apito afinado atrás e um altivo :- Minha senhora não sabe que não pode parar aqui?

 

Pois , sei... e eles não sabem? Ou é por serem minorias que os deixam?

Eu sei que as mulheres são em maioria, mas bolas!

Qualquer dia os homens fazem manifestações em qualquer lado e, só porque começam a ser minoria, podem!

Não é que eu seja xenófoba ou racista.É só uma questão de igualdade.

Porque é que eu não posso fazer birra e dizer, não quero morar aqui?! Quero uma casa noutro lado?

 

E sabem uma coisa? Eu até tenho uma visão quase mágica do povo cigano. Mas do cigano a sério. Daquele dos 100 anos de solidão do Garcia Marquez; do Joaquim Cortez,  ou da mulher que lê a sina na palma da mão e acerta.

Houve uma que uma vez me disse que eu ía ter na vida uma paixão de um homem moreno de sobrolho carregado. Uma paixão avassaladora! Como a Carmem. Devia ser a de Bizet.

BOLAS!!! Vá de retro. "Tarrenego!"

-

ACCB

 

- Em tempo:

- Só há uma coisa entre mim e eles que eu não discuto. Eu adoro dançar, eles também.

 

escrito no papiro por ACCB às 00:40
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (21) | juntar aos escribas
Domingo, 3 de Agosto de 2008

Mais um fim de semana Mais um livro

O Amor

 

 

Marguerite Donnadieu, também conhecida por Marguerite Duras escreveu.

As personagens passeiam-se pelo texto à procura da explicação que ninguém conhece.

Será que falam de amor?

  

Há coisas sem explicação, pessoas que não se explicam, atitudes inexplicáveis....

…O triângulo fecha-se com a mulher de olhos fechados, sentada contra um muro que separa a praia do fim da cidade.
 
O homem que olha está entre esta mulher e o homem que caminha junto ao mar.
Como o homem caminha, persistente, com igual lentidão, o triângulo forma-se e deforma-se, sem nunca se quebrar.
Este homem tem o passo regular dum prisioneiro. O dia morre…
Saberá o que é amar?

-------------

 

tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:59
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas

Ele: Com ela sinto-me como...peixe na água....

click to comment
tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:45
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas

Forte de S. Bruno

 

O Forte de São Bruno de Caxias localiza-se na confluência da ribeira de Barcarena com o rio Tejo, na altura da vila de Oeiras, freguesia de Caxias, Concelho de Oeiras, Distrito de Lisboa, em Portugal.

Trata-se de um pequeno forte de marinha destinado a reforçar a defesa da margem direita da barra do Tejo, coadjuvando a defesa proporcionada pelo Forte de São Julião da Barra.

Foi erguido após a Restauração da independência portuguesa, por determinação de D. João IV (1640-1656), a partir de 1647, sob a supervisão de D. António Luís de Meneses (1596-1675), 3° conde de Cantanhede, na qualidade de Governador das Armas da Praça de Cascais. Fazia parte da 1ª linha de fortificações marítimas e fluviais, erguidas à época entre o Cabo da Roca e a Torre de Belém, para defesa da cidade de Lisboa. Cruzava fogos com o Forte de Nossa Senhora do Vale (a Leste, à esquerda) e Forte de Nossa Senhora de Porto Salvo (a Oeste, à direita).

Ao se iniciar o século XVIII, o conde D. Rodrigo da Silveira foi nomeado seu governador (1701), mas já em 1735, padecendo de assoreamento, se encontrava desativado e a sua artilharia inutilizada. Anos mais tarde, em 1751, se encontrava restaurado, mas, mesmo artilhado, em 1777 se encontrava desguarnecido, habitado por uma família de civis. Ao se encerrar o século, foi nomeado como seu governador Manoel António da Cunha (1800), encontrando-se guarnecido em 1802.

No século XIX, com a perda da sua função defensiva diante da evolução dos meios bélicos, foi desartilhado, e utilizado em outras funções: em 1815 encontrava-se novamente invadido pelas areias com a sua tenalha direita derrubada, faltando portas e janelas; entre 1831-1832, tendo o Infante D. Francisco construído um palacete fronteiro ao forte, passou a servir-se do monumento como alvo para exercícios de tiro; foi arrendado por nove anos ao bacharel João Cardoso Ferraz de Miranda (1878); em 1895 a Administração-geral das Alfândegas solicitou a cessão do imóvel para nele instalar um posto fiscal.

No início do século XX, após obras de adaptação, foi finalmente cedido à Guarda Fiscal, que o ocupou até 1946, quando ali se instalou a Mocidade Portuguesa. Data deste período a primeira intervenção de conservação e restauro promovida pela Direcção-Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais (DGEMN, 1952-1958).

Durante um longo período foi usado pelo regime ditatorial de António de Oliveira Salazar com prisão política, tal como o Forte de Peniche. Após a Revolução dos Cravos, as suas instalações foram entregues ao Fundo de Apoio às Organizações Juvenis para serem utilizadas como colónia de férias (1976). No ano seguinte, passou para a Associação Portuguesa de Pousadas da Juventude.

Encontra-se classificado como Imóvel de Interesse Público através do Decreto nº 95, de 12 de Setembro de 1978. Recuperado pela DGEMN (1982 e 1984-1986), desde 22 de Outubro de 1984 encontra-se cedido ao Corpo de Voluntários Salvadores Náuticos, que lhe ocupa as instalações até hoje, mantendo-as bem conservadas. Recentemente, em 1997, a DGEMN e a Câmara Municipal de Oeiras procederam-lhe novas obras de recuperação e de reabilitação

 

tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:20
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (14) | juntar aos escribas

Echame A Mi La Culpa

Luis Miguel

Julio Iglesias

Marbella

Rocío Dúrcal

Bertin Osborne

Rosario

 

 

 

Quem se queixa mais, os homens ou as mulheres?!

Escolham lá o Clip mais à vossa maneira.

Mete novela e tudo!!

Há quem goste de novelas.

tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:18
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (2) | juntar aos escribas

Garota de Ipanema

  Menor agressão ao meio ambiente;
Motor roda mais frio;
Possível extensão da Revisão Geral do Motor (TBO);
Aumento de potência;
Diminuição considerável do custo operacional.


Considerando uma frota de 600 aviões Ipanema, o motor a álcool:
Elimina demanda de 16,8 milhões de litros de AvGas por ano;
Gera demanda de 21,6 milhões de litros de Álcool por ano;

 

Bebe wisky ou brandy?

escrito no papiro por ACCB às 23:15
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (4) | juntar aos escribas

De Perfil

Sobre mim

Sou alguém que escreve por gostar de escrever. Quem escreve não pode censurar o que cria e não pode pensar que alguém o fará. Mesmo que o pense não pode deixar que esse limite o condicione. Senão: Nada feito. Como dizia Alves Redol “ A diferença entre um escritor e um aprendiz, ou um medíocre, é que naquele nunca a paixão se faz retórica.” online

últimos papiros

ESPLANADA

Pai

Aquele traço de escrita

Pássaros

Amigo não é nada disso

Filhos.....

Obama

A propósito de Trump

Choveu

Desiderata

8 de janeiro de 2014

Um texto que dá que pensa...

Para Fazer o Retrato de u...

Poema pouco original do m...

Poema de Jenny Londoño

Tons de escrita

Super Lua

No dia 11.11.2016

10.11.2016

"May be ...... the price ...

Não peças a quem pediu

Noite....

....contemplação....

Como é um alentejano?

Que se dane a regra e o p...

Sílaba súbita

É nos olhos....

Papéis velhos...

Papel em branco.....

. A escrever qualquer coi...

Linhas...

Chuva de lua cheia

Inércia

Adeus Meu Amigo

Esta força que ninguém po...

Portugal/França

Dois homens à beira rio

Paris En Colère

Paris Je T'aime

El embrujo de la guitarra...

A Hora de ser livre

O outro lado da rua

Tarkovsky

Bocage

Saramago - 18.6

Se partires, então, escre...

Lopetegui....Lotopegui......

Como o Sol A Pôr-se

Entrega-te ao medo e não ...

Quando a Vida Humana dá à...

papiros em biblioteca

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Março 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outros Papiros

licensecreativecommons

Licença Creative Commons
A obra Cleopatramoon de Cleopatramoon Blogue foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em cleopatramoon.blogs.sapo.pt.

Outros Papiros

Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

subscrever feeds