Sexta-feira, 29 de Junho de 2007

...


pensamos, na loucura
depositada nos dias,
que o indizível pode ser dito.
e nos dedicamos a isto
com a dedicação de amantes.
até tê-lo nos dedos,
na caneta que percorre
freneticamente o papel.


Pensamos que escrevemos o poema
quando ele repetidamente nos escreve.
Iinscreve-nos
no lugar intermediário
entre o olhar e a palavra.


silvia chueire
escrito no papiro por ACCB às 08:53
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (8) | juntar aos escribas
Quinta-feira, 28 de Junho de 2007

...

9 mm
Hoje continuo a comer chocolate , só não tinha cá morangos, mas ... estou preocupada...
Preocupada com a segurança "do pessoal"...
Falemos a sério: estou preocupada com a segurança publica.
Governo vai equipar GNR e PSP com pistolas Glock - 9 mm.

O ministério da Administração Interna decidiu que a austríaca Glock de 9 mm é a melhor pistola para as forças de segurança e deu-lhe a vitória no concurso.
Sabem que arma é esta?
Sabem como funciona?
Sabem como é segura?
Claro que sabem que dispara e dispara munições 9 mm.
A segurança ou patilha de segurança desta arma, fica localizada no gatilho. É uma pequena lingueta que aparece à frente. Ou seja, para ser disparada, basta pressionar a tal lingueta juntamente com o gatilho, e com um único movimento.

Após o primeiro tiro não é necessário deixar o gatilho e sua respectiva segurança ir todo o seu curso para a frente, segurando-o um pouco para que todos os disparos subsequentes sejam efetuados da mesma forma.
É esta a arma certa para ser utilizada por forças de segurança?
Ou será uma arma para forças especiais?
Querem fazer da GNR e da PSP forças especiais?
Eu acho bem.
Mas, primeiro o treino e depois as armas.
As forças de segurança andam na rua... em contacto directo com a população...Apontam-lhes o dedo porque agem demasiado rápido por vezes...Actuação facilitada por estas armas de certeza...
Curioso é saber que umas das marcas excluídas, a Walther, interpôs uma providência cautelar para suspender o concurso, mas o tribunal ficou convencido dos argumentos expostos pelo Governo.
O secretário de Estado da Administração Interna, José Magalhães, invocou ‘‘interesse público’’. Eu sinceramente não vejo o interesse público aqui protegido. Nem o das forças de segurança!
Para o MAI, ‘‘o armamento ligeiro da GNR e da PSP é basicamente constituído por pistolas de calibre 7.65 mm de diferentes modelos e marcas, e com uma média de utilização de cerca de trinta anos, o que acarreta sérios problemas de logística, ao nível da formação, da operação e da manutenção, que se traduzem em elevados encargos financeiros’’.

Isto é verdade.

(...) ‘‘o armamento obsoleto e envelhecido, é desadequado para o cumprimento da missão policial. Essa desadequação, além de salientada pelas forças de segurança, foi apontada num estudo efectuado pela Inspecção-Geral da Administração Interna (IGAI) que recomendou, nesse estudo, a utilização de pistolas com calibre de 9 mm’’.
Também é verdade.

Mas não há outra arma 9mm com outro tipo de segurança?? Mais segura? Mais vocacionada para as forças de segurança?
Em que a patilha de segurança não funcione com o gatilho? Com uma patilha de segurança autónoma ao gatilho?!
-

ACCB
escrito no papiro por ACCB às 21:57
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (19) | juntar aos escribas
Terça-feira, 26 de Junho de 2007

...



Hoje estou assim!

Com uma vontade de comer Chocolate!

Morangos!

e Dançar!
tags:
escrito no papiro por ACCB às 22:37
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (32) | juntar aos escribas
Segunda-feira, 25 de Junho de 2007

...


Não tenho escrito com a alma.
Eu sei que não tenho escrito com a alma.
No fundo, é uma forma de ponderar, igual à do CR.
Ponderar se fico ou se vou com as aves.....
Apetece-me ir e apetece-me ficar.
Há alturas na vida em que escondemos a alma.
Não sei porquê,... acho que nunca o tinha feito...
Mas, esconder a alma será um defeito, uma necessidade, um refúgio ou uma defesa...
Eu não gosto de esconder a alma.
Violenta-me essa forma de estar na Vida.
Esconder a alma é uma fuga.
Um fechar de olhos ao que não queremos que saibam que encaramos, que vemos, que sentimos.
Eu não quero esconder a alma, não quero não voltar a escrever com a alma...
Faz-me falta escrever com ela....É-me vital escrever e ler a alma...
Que faço?
Fico ou vou com as aves?
ACCB
tags:
escrito no papiro por ACCB às 22:56
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (8) | juntar aos escribas

Fado do Encontro - ( Junto ao Tejo )

escrito no papiro por ACCB às 22:03
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (4) | juntar aos escribas
Domingo, 24 de Junho de 2007

...

Este Homem - Manuel - escreveu um texto lindo a uma mulher que faleceu com 47 anos. -Adeus a um Anjo...

Não deixem que as mulheres que amam morram sem saberem o que sentem por elas.
Vale a pena ler.
E eu que não gosto de touradas, pela simples razão de que não gosto daquelas farpas que ferem o touro ... Mas gostei deste texto, escrito por alguém que gosta das ditas, e da forma sentida como lembrou uma mulher... a quem amou e, ao que parece, ainda ama.

-
tags:
escrito no papiro por ACCB às 22:21
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (9) | juntar aos escribas
Quinta-feira, 21 de Junho de 2007

...

Façam o favor de Ser Felizes.
Hoje eu vou com as aves!

escrito no papiro por ACCB às 23:50
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (11) | juntar aos escribas

...




Ruptura é um filme que vale a pena ver.

Um filme sobre um procurador que não se rende às evidências. Um duelo entre um criminoso frio e calculista, inteligente, mas, não o suficiente para contrariar a velha máxima de que, não há crime perfeito.

Um Procurador americano que não se vende...Que não desiste da procura da verdade que intui. Que, entre uma carreira facil numa firma de renome e o desmascarar de uma farsa, opta pela afirmação da verdade dos factos.

Um duelo entre dois actores - Antony Hopkins e Ryan Gosling que, não se sai nada mal no papel do jovem Procurador.

Gostei.

tags:
escrito no papiro por ACCB às 20:47
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

...

Ora bem.
Tenho de fazer a nomeação dos Blogs com tomates!
Pois aqui vão os nomeados.
Parece que não posso nomear quem me nomeou.
Pois...nomeá-los-ía sem dúvida. A ambos
Sendo assim, aqui vai:

~~
http://doportugalprofundo.blogspot.com/ Do Portugal profundo

http://joseantoniobarreiros.blogspot.com/ José António Barreiros

http://joeiro.blogspot.com/ Joeiro

http://ex-centrico.blogspot.com/ Excentrico

http://corporacoes.blogspot.com/ Câmara Corporativa
.
escrito no papiro por ACCB às 18:23
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas
Quarta-feira, 20 de Junho de 2007

...

A Cimeira do G8 não tem só que ver ou, não teve só a ver, com o ar que respiramos.


Teve também a ver ( e disso ninguém fala) como o ar que nos vão, ou não, deixar respirar.



O que Putin quer, o jogo que acha ter direito de fazer, não agrada aos restantes jogadores e, então, eles dizem-lhe:-


"Assim não brinco!"

O ar aparvalhado e de (falsa) cumplicidade que Bush põe na Resposta que dá no Vaticano ao Papa qdo este lhe pergunta como correra a reunião com Putin , é o sinal descarado de que não o estão , a ele Putin, a levar a sério. Nem a ele nem à Europa.

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, disse que Europa pode começar a cortar laços comerciais com a Rússia, caso Vladimir Putin abandone os «valores comuns», noticia a edição electrónica do diário londrino The Guardian.

A que se referia Blair quando falava de valores comuns?

Afinal Putin quer equilibrar as armas...ou jogar com o mesmo baralho?

Face à possibilidade dos EUA instalarem um escudo antimíssil na Polónia e na República Checa Putin responde com a possibilidade de apontar os seus mísseis a cidades europeias.

Os EUA pretendem instalar um sistema de lançamento de projécteis interceptores de mísseis na Polónia e um radar na República Checa. Segundo se diz de Washington, a sua construção tem como único objectivo funcionar como protecção contra a eventual ameaça de estados como o Irão e a Coreia do Norte.
Será mesmo????

Já ouviram falar da Guerra das estrelas por certo.
É uma espécie de actuação militar que não só permite atacar alvos terrestres a partir do espaço como destruir armamento a partir da terra e do mundo submarino.
.
O dominio do Espectro total não é uma falsa questão, é uma ambição americana.
E não se esqueçam dos acordos assinados entre os EUA e a Rússia.

Não sei que lhes diga. Mas ou a Europa se ergue ou...caímos novamente no velho ditado da minha avó: -Quem muito se baixa.....

ACCB
escrito no papiro por ACCB às 07:14
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (9) | juntar aos escribas
Terça-feira, 19 de Junho de 2007

...

Veneza - Pedro Cutileiro

****

Realtà e irrealtà mi hanno sempre girato intorno.
La poesia è una grazia, una possibilità di staccarsi per un po dalla terra e sognare,
volare, usare le parole ....
Scrivere è una grande libertà, qualche volta una rivoluzione.
-
(Hoje fico-me em Italiano. Apeteceu-me! )
escrito no papiro por ACCB às 09:52
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (19) | juntar aos escribas
Segunda-feira, 18 de Junho de 2007

...

And the Winner is:





Com 8 votos.
-
Não nego que fisicamente gostava de ser a Penélope Cruz. É com ela que exteriormente mais me identifico. ( Penso eu de que) - 7 votos - porque eu também voto nela como a mais.
Não nego que a Audrey Hupburn é LINDA! ( Faz-me lembrar a minha mãe nos seus tempos de glória. - 5 votos

Não nego que invejo a alegria e elegancia da Jennifer Lopez (morena, claro!)- 1 voto

Não nego que não me importava de ter de qdo em vez o ar mistério da Juliane Moore. -2 votos

Não nego que não invejo a Marilyn Monroe.- 1 voto

Não nego que acho a Shakira horrível. - 0 votos

Mas ,ter a coragem de dispensar tempo aos outros, principalmente aqueles para quem niguém olha...

Ou seja: O CleopatraMoon daria pelo exterior o 1º Lugar à Penelope e pelo seu interior à Angeline !

Mas quem está na moda, é mesmo a Audrey!!!
-
Ah! Obrigada pelos 5 votos que deram à Cleopatra!! ( corada!)
-

Outra coisa:

-Isto também prova que, afinal, a maioria dos homens não prefere as loiras.
-

PS:_ Concordo com o CR. A Shakira tem realmente ar de suburbana produzida... Ai tem tem...

escrito no papiro por ACCB às 01:43
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (4) | juntar aos escribas
Sábado, 16 de Junho de 2007

...


Hoje o CleopatraMoon

decidiu "lançar"





a eleição da mulher mais "gira" /bonita/ charmosa

Escolheu 7




e

vai deixar aos homens


( e às mulheres)

que frequentam este Blog a escolha.












Que maldade!! Hi hi hi hi....



Vocês sabem os nomes delas



Audrey Hupburn



ShaKira



Marilyn Monroe


Julianne Moore

Penelope Cruz



Angelina Jolie


Jeniffer Lopez



Ora vamos lá pensar, olhar,.....




Ora vamos a votos!







Ah!



O Cleopatramoon já sabe


a quem atribuiu o primeiro

e o ultimo lugar.

tags:
escrito no papiro por ACCB às 21:35
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (46) | juntar aos escribas
Sexta-feira, 15 de Junho de 2007

...

A Saudade Morreu

Encontrei-a morta
dentro
de um livro de poesia
caído na praia.

Já tinha dado pela morte dela
quando a encontrara
em agonia
entre umas cartas que juntas
tentavam reanimá-la.


Mas, a saudade morreu.
Já não conseguia
inalar o aroma inconfundível
do amor
Já não conhecia o olhar da Paixão,
Nem a Voz da ternura,
Nem a chama da cumplicidade.

A saudade morreu
De desgosto
Ainda tentou sobreviver junto ao mar
Procurar nas tardes de sol
com cheiro a maresia
o ultimo fio de Vida


Mas nem o Pôr -do -sol
Conseguiu reanimá-la
Morreu diluída em lágrimas
E, quando as lágrimas secaram
E se evaporaram no frio
Cristalino da manhã
à beira -mar
......
A saudade tinha morrido.
-
ACCB
tags:
escrito no papiro por ACCB às 14:10
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (16) | juntar aos escribas
Quinta-feira, 14 de Junho de 2007

...

A Alguém que conheço e procura em vão pela sua alma


Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo... isto é carência.

Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar... isto é saudade.

Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos... isto é equilíbrio.

Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente para que revejamos a nossa vida... isto é um princípio da natureza.
Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado... isto é circunstância.


Solidão é muito mais do que isto.

Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma.
-

CHICO BUARQUE

-

Tal como refere Martin Roda-Becher a propósito do livro “A traição do Eu” de Arno Gruen publicado pela Assírio & Alvim em 1996,

escrito no papiro por ACCB às 23:04
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (9) | juntar aos escribas

...

Será Vodka? Será Polónio? Será CO - monóxido de carbono?

escrito no papiro por ACCB às 22:37
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (5) | juntar aos escribas

...

Dead Poets Society ( Clube dos poetas Mortos) See until the end please!

"man writes Poetry not because it is cute, but because he is part of the Human Race."

"it was always thus, and always thus will be "

-

Um Hino à VIDA!

UM sentir Verdadeiro de tudo o que a Vida nos cala ao longo do nosso percurso.

A descoberta da verdade individual que é no fundo colectiva!

É por isso que Keating sugere aos seus alunos que quebrem as grilhetas que os acorrentam a uma existência sensaborona e deixem transbordar as emoções que vivem em si.

Para isso, importa que saibam acolher o chamamento e os ensinamentos daqueles que melhor souberam celebrar a vida:

os poetas, em cuja Arte resplandecem as afeições da Humanidade.

-

Um filme que faz chorar a alma de felicidade.

O Captain! My Captain!


OH CAPTAIN! my Captain! our fearful trip is done;

The ship has weather’d every rack, the prize we sought is won;

The port is near, the bells I hear, the people all exulting,

While follow eyes the steady keel, the vessel grim and daring:

But O heart! heart! heart!
.

O the bleeding drops of red,


Where on the deck my Captain lies,

Fallen cold and dead.

OH Captain! my Captain! rise up and hear the bells;

Rise up—for you the flag is flung—for you the bugle trills;
.

For you bouquets and ribbon’d wreaths—for you the shores a-crowding;

For you they call, the swaying mass, their eager faces turning;

Here Captain! dear father!

This arm beneath your head;

It is some dream that on the deck,
.

You’ve fallen cold and dead.


3My Captain does not answer, his lips are pale and still;

My father does not feel my arm, he has no pulse nor will;

The ship is anchor’d safe and sound, its voyage closed and done;

From fearful trip, the victor ship, comes in with object won;
.

Exult, O shores, and ring, O bells!

But I, winth mornfull tread,

Walk the deck my Captain lies,

Fallen cold and dead.

-

Walt Whitman (1819–1892). Leaves of Grass. 1900.

escrito no papiro por ACCB às 00:09
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (4) | juntar aos escribas
Quarta-feira, 13 de Junho de 2007

Desafio

Se eu fosse uma hora do dia, seria ... A hora do Pôr do Sol
Se eu fosse um astro, seria ... A Estrela da Manhã
Se eu fosse uma direcção, seria... O Sul
Se eu fosse um móvel, seria ... Uma cama redonda
Se eu fosse um liquido, seria ... Água
Se eu fosse um pecado, seria ... A Luxúria
Se eu fosse uma pedra, seria ... A Pedra de Roseta
Se eu fosse uma árvore, seria ... Uma Cerejeira
Se eu fosse uma fruta, seria ... Uma Cereja
Se eu fosse uma flor, seria ... Flor de Liz
Se eu fosse um clima, seria ... Tropical
Se eu fosse um instrumento musical, seria ... Piano
Se eu fosse um elemento, seria ... O Fogo
Se eu fosse uma cor, seria ... O Vermelho
Se eu fosse um animal, seria ... Um gato preto
Se eu fosse um som, seria ... Um som de Cristal
Se eu fosse música, seria ... Um nocturno de Chopin
Se eu fosse estilo musical, seria … O Tango
Se eu fosse um sentimento, seria ... O Amor ou a Fúria
Se eu fosse um livro, seria ... " Escuta Zé Ninguém"
Se eu fosse uma comida, seria ... Mousse de chocolate
Se eu fosse um lugar, seria ... Sintra
Se eu fosse um gosto, seria ... O gosto das cerejas carnudas e doces
Se eu fosse um cheiro, seria ... O aroma da Primavera
Se eu fosse uma palavra, seria ... Força
Se eu fosse um verbo, seria ... Querer
Se eu fosse um objecto, seria ... Caneta
Se eu fosse peça de roupa, seria ... meias com liga de renda
Se eu fosse parte do corpo, seria ... As mãos
Se eu fosse expressão facial, seria ... O sorriso largo
Se eu fosse personagem de desenho animado, seria … A fada sininho
Se eu fosse filme, seria ... " O Paciente Inglês"
Se eu fosse forma, seria ... Um circulo
Se eu fosse número, seria ... O 7
Se eu fosse estação, seria ... O Verão
Se eu fosse uma frase, seria ... Acreditar faz acontecer
tags:
escrito no papiro por ACCB às 21:34
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (9) | juntar aos escribas

...


HOJE DEU-ME PARA FALAR EM BUFOS

Quando eu era pequena havia bufos.O meu pai tinha olho clínico e sabia quem eram.
Eu não, mas pareciam-me todos iguais.Tinham uma maneira de andar subserviente e alguns, curvavam-se mesmo fisicamente.
Eram magros e os olhos fugiam dos nossos.
Alguns sentavam-se à mesa em jantares de sociedade e figiam rir-se do mesmo que os outros se riam e, se não lhe tocaram nunca,... juro que não percebi nunca porquê.
O Jornal do Avante aparecia na nossa caixa do correio e , indiferente a minha mãe tirava o correio e deitava o dito jornal no chão, bem debaixo do nariz do vulto que na esquina em frente fingia esperar alguém.


Hoje eu sou mulher e os bufos estão mesmo ali.Já não andam curvados, apresentam um nariz bem empinado e vestem bem,...Mas os olhos continuam a fugir dos nossos!
-

ACCB
tags:
escrito no papiro por ACCB às 21:15
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas

...


Ainda o Aeroporto: Autarcas do Oeste exigem saber quem é o dono do estudo da CIP

Os autarcas do Oeste querem saber quem é que encomendou o estudo que ontem foi entregue ao Presidente da república pela Confederação da Industria Portuguesa.
Estranho movimento do Oeste.
Então, não é suposto estudar o local melhor e decidir pelo melhor aeroporto, ou quem sabe até por manter a Portela e construir mais um?!
Que estranho!
escrito no papiro por ACCB às 08:59
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (1) | juntar aos escribas

...


"Pondero.

Andar por aqui, suscita as malfeitorias dos velhos inimigos, que vêem na exposição uma forma de tirar desforço. Andar por aqui, suscita a curiosidade demencial de fundamentalistas da demência, que também tiram desforço, sem saberem bem porquê. E, por isso, às vezes hesito.

Depois, quando regresso a mim, cresce a vontade de prosseguir. Lembro-me de todos os bons que conheci por aqui.

Dos amigos que recuperei.
Dos amigos que cimentei.
Ou redescobri.
Dos amigos novos que ganhei.
Há pessoas com quem hoje converso, conversas boas, e que nunca vi, que não sei quem são, e com quem converso como se nos conhecêssemos desde sempre e, afinal, sempre nos conhecemos das palavras e do sentido que elas têm.

Sem jogos.
Já aqui escrevemos textos a várias mãos.
Pessoas que nunca se viram, a escrever sobre as mesmas coisas, como se fossem palavras cruzadas (entrelaçadas palavras), cada uma com as suas mundividências.
Sobre as coisas simples da vida e sobre outras mais importantes que também são simples.
Essa é a minha riqueza e a riquezas delas.

Cada um de nós com a sua vida, vidas por vezes incompatíveis, adversários se nos encontrarmos na vida real, a das profissões, aquela em que cada um de nós assume a sua função e a fará o melhor que sabe, sem contemplações.

Porque só assim continuaremos a respeitar-nos e poderemos continuar a ser amigos, ainda que à distância.
Nenhum de nós quer dos outros mais do que isso - mais do que solidariedade, quando esbarramos contra a malfeitoria e a demência.
E, quanto a isso, não posso queixar-me. Obrigado, companheiros."
-
JMCR
-

Porque gostei do texto.

Porque também eu muitas vezes pondero em ficar ou continuar, ou não, por aqui.

Porque chego sempre à conclusão de que ninguém merece a alegria de que me retire.

Porque este texto é um Hino às coisas pequenas e simples da Vida que, contudo a fazem tão GRANDE!

Obrigada JMCR.
.
escrito no papiro por ACCB às 02:00
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (5) | juntar aos escribas
Terça-feira, 12 de Junho de 2007

...


HOJE É DIA MUNDIAL DA LUTA CONTRA O TRABALHO INFANTIL

Uma criança que trabalha é uma criança a quem obrigam crescer depressa, que se esqueça de brincar , e ter tempo para....ser criança.
A quem exigem QUE NEM SEQUER O APRENDA .
É uma criança que não conhece o calor dos braços e dos mimos da mãe...as gargalhadas incontroláveis dadas à mesa qdo o pai impõe respeito, que se tem, mas não se consegue mostrar.
Que não imagina com os irmãos os primos e os amigos viagens à terra do nunca...
E em adulto nunca sabe onde fica a Terra do Nunca!
Uma criança que trabalha levanta-se cedo,... e eventualmente, vai à escola.
Uma criança que trabalha não é só aquela que "ajuda" uma horinhas, também é aquela que ajuda no trabalho rural e aquela que cuida das crianças mais pequenas, enquanto os pais vão trabalhar...aquela que é utilizada como mão de obra barata e repugnante...
Será que é esta a vida de criança...isto é ser criança?...

NÃO É ESTA CONDUTA MAIS UMA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA?

Roubar a uma criança os seus momentos de criança é tão violento como dizer-lhe que não pode beber água se tem sede.

Espreitem aqui
tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:45
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (1) | juntar aos escribas

...


(Vieira da Silva - Egipto)


Homenagem a Vieira da Silva

Fundação Gulbenkian leva a Paris 44 obras da pintora


A Fundação Calouste Gulbenkian apresenta a partir da próxima semana em Paris, pela primeira vez, uma exposição de 44 obras de Vieira da Silva que coincidirá com a data em que a artista completaria 99 anos.

-

tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:24
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (1) | juntar aos escribas

...



Lisboa com câmaras de vigilância
-

Cientista alemão prevê furacões em Lisboa
-
Lá se vão as Câmaras.


Não será de empregar esse dinheirinho em coisas mais úteis como por exemplo, arranjar os bairros tipicos mas degradados de Lisboa??


-


tags:
escrito no papiro por ACCB às 22:01
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (4) | juntar aos escribas
Segunda-feira, 11 de Junho de 2007

...

Blog de ex-prostituta "teen" "vira" livro e vai "virar" filme!
-
***

A quem aconselhariam este livro?
Ela, que deixou de ser garota de programa após conhecer um empresário, que era casado, e deixou a mulher para ficar com ela, depois de alguns “encontros”. Afinal ele foi a salvação dela ou o fim do lucro?
Ou lucram os dois?? Não percebi. Empresário tem sempre olho para o negócio!!!
-
Como seria se pagassem impostos? Ou como teria sido?
****
"O Doce Veneno do Escorpião --o diário de uma garota de programa", descreve os programas de Bruna Surfistinha com homens, mulheres e casais em seu flat já descritos num Blog que a menina ou alguém teve a esperteza de criar.
-
Aos 17 anos, ela comprou um jornal para procurar emprego .Desistiu logo , assim que notou as exigências para se conseguir um trabalho. No mesmo jornal encontrou um anúncio em busca de novas garotas de programa.
Ela aproveitou o horário .O horário do almoço era o mais disputado. Como 90% dos clientes eram casados, tinham de dar um jeito de escapar no horário de trabalho. Depois das 19h a procura caía muito.

O nome do livro é uma referência à sua tatuagem (escorpião) nas costas e ao seu signo. (IMPORTANTE!! Imaginativo!!! )

-
Ora...que hei-de dizer?
Vende.

É a Lei da elasticidade da oferta e da procura!

Será por falta de elasticidade? LOL!

Ah! E ainda tem este !!!

A Editorial Presença anuncia!!!
Tema: Literatura (!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!)
Escritores bons ficam nas estantes! Outros nem pensem em publicar!
Isto, é apelidado de literatura.
Conheço por aí muita gente que não sabe quem é Pablo Neruda mas compra isto e o da tal Catarina...Lembram-se?!
Sinopse

( atentem : - sinopse) :
A autora de O Doce Veneno do Escorpião faz um balanço dos anos em que foi garota de programa que lhe ensinaram coisas deveras importantes, aprendidas, por vezes, duramente.
Então porque não optou por trabalhar????!!!!Pois.
Parece-me um BIS do primeiro. mas tem um depoimento do...tal empresário de sucesso! Ele deve ter direitos de autor também Claro!
E claro, vai vender!!!
_________________
É o que está a dar!
Ah! Eu não comprei o livro. (Nenhum deles!) Nem vou comprar.
Não contribuo para este tipo de "escrito(re)s literários" e lucros empresarias.
Aposto que foi dos livros mais vendidos na feira este ano.
-
( E não me chamem venenosa!)
ACCB
escrito no papiro por ACCB às 14:51
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (7) | juntar aos escribas
Domingo, 10 de Junho de 2007

...


10 de Junho
O INFANTE

Deus quer, o homem sonha, a obra nasce.
Deus quis que a terra fosse toda uma,
Que o mar unisse, já não separasse.
Sagrou-te, e foste desvendando a espuma.


E a orla branca foi de ilha em continente,
Clareou, correndo, até ao fim do mundo,
E viu-se a terra inteira, de repente,
Surgir, redonda, do azul profundo.


Quem te sagrou criou-te português.
Do mar e nós em ti nos deu sinal.
Cumpriu-se o Mar, e o Império se desfez.
Senhor, falta cumprir-se Portugal!


Fernando Pessoa, Mensagem

escrito no papiro por ACCB às 19:16
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas
Sábado, 9 de Junho de 2007

...

O Bali e o G8

Os Estados do G8 «comprometeram-se claramente» a continuar o processo iniciado sob os auspícios da ONU contra o aquecimento planetário, para o período subsequente ao do Protocolo de Quioto, que expira em 2012.
O protocolo de Quioto obriga os Estados signatários a reduzir as emissões de dióxido de carbono.

Agora são oito.
Eram 5. E vão 3.

_____________


Há dias convidaram-me para ir ao Bali. Maravilha!
Lembrei-me logo da flores exóticas, das paisagens exóticas, daquelas coisas que deslumbram qualquer amante daquelas zonas inexploradas, praias paradisíacas...etc etc etc.

Pensei logo no Pôr do Sol na praia de Jukmbaram na Indonésia.

Nem sequer me lembrei das negociações de Bali e muito menos dos atentados terroristas de 2002 ou das explosões de 2005.

E nem me lembrei do clima e do que se vai terminar em Bali, APENAS, em 2009.

É em Dezembro que vão começar a ser discutidas as metas para a redução de emissões, sem indicar especificamente quais os objetivos.



A idéia é que, em 2009, exista um acordo global que possa substituir o Protocolo de Kyoto, que vence em 2012.

O novo acordo, para ser eficaz, deve incluir Washington.
Mas, mais uma vez Bush não quer alinhar
O grupo dos 8 tem um não alinhado ou um desalinhado??

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, expressou sua disposição a cooperar no desenho de um acordo pós-Kyoto, mas não disse se estava disposto a colocá-lo sob o guarda-chuva da ONU, uma condição fundamental para todos os membros europeus do G8.
Não admira que o homem tenha sofrido, como disse o Louco de Lisboa uma Indisposicão que mais pode ser uma indisposi bull ou weiller!

"Venho com o grande desejo de trabalhar com você para obter um acordo pós-Kyoto", disse Bush a Merkel após o encontro entre ambos.
POIS às portas do Inferno!
E se ele não alinhar, a China por exemplo, acha que não deve alinhar também.
Não entendo porque é que este senhor tem sempre um peso tão grande nos destinos do planeta.
Não percebo....
-
Curioso estava a gora aqui a pensar que a Indonésia também é um dos países mais poluentes do planeta! Curioso.
-

Dizem que foi SarKozy que "arrancou" o compromisso a Bush.
Na volta ele vai dizer que foi coagido e que aquilo não vale nada! Que estava com uma indisposição e cheio de nauseas e o outro aproveitou para lhe arrancar o sim. E vai daí,...anulam o sim.
Afinal , Putin nada tem que ver com a dor de estomago de Bush. Sarkozy é o culpado.

Sabem o que eu acho?!

Primeiro o Protocolo de Kioto, depois o "acordo" de Bali...

Olhem, provavelmente vou aproveitar o convite e vou passear até lá, enqto eles decidem se morremos ou não intoxicados, se perdem ou não lucros e se Bush cede ou não ao acordo.


ACCB
escrito no papiro por ACCB às 14:51
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (8) | juntar aos escribas

...

A FEIRA DO LIVRO TERMINA AMANHÃ ( Autora -Maria de S. Pedro)

http://luadoslobos.blogspot.com/

****
Um Livro com gente viva, gente verdadeira dentro.

Um livro que se lê de um trago.

Um livro que durou, para quem nele "está contado", uma eternidade.

Chamam-se todas Maria e, todas são reais.

Um livro que vale a pena ler.

-
E não pensem que é ficção. Nem light nem pink!

tags:
escrito no papiro por ACCB às 11:24
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (5) | juntar aos escribas

...



Células embrionárias sem recurso a embriões

*

Cientistas conseguiram recolher estaminais de banais células de pele de adulto .

Isto sim é uma boa notícia.


As células estaminais embrionárias (CEE) são células apenas presentes na fase embrionária da vida e que têm a capacidade de dar origem a qualquer tecido ou órgão que formarão o organismo.

*

Células embrionárias são as células que formam os embriões dos seres vivos multicelulares. Podem ser células indiferenciadas, células totipotentes ou células-tronco.

*
Razão pela qual sobre elas recaem as maiores esperanças de terapias para numerosas doenças como a diabetes, Parkinson ou lesões na espinal medula.

*
Bush vetou o desenvolvimento deste estudo.
O Homem não vai ter outra indisposição qualquer entretanto?
-
O Putin não quererá resolver o assunto?
escrito no papiro por ACCB às 11:05
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (5) | juntar aos escribas

Deixo-vos um pedacinho de mim




(...)"Por isso o Direito Penal me seduzia. Porque me seduziam os outros. Os seus conflitos e os seus egos, as suas interrogações e as suas dificuldades. O Direito Penal eram os outros… as pessoas. E as pessoas apaixonavam-me e levavam-me a sentir que valia a pena apesar de tudo acreditar em mudanças. Descobrir o ser humano era possível ali.


Nunca seria uma civilista de alma e coração. Embora o Direito Civil fosse um jogo de intelecto, desafiador e gratificante, o Direito Penal era a descoberta do outro. O procurar e o encontrar de um Mundo Real que, embora controlado, me entrava pela alma dentro e que eu tentava perceber e por vezes modificar, que me encantava e seduzia, porque, no outro, descobria-me a mim.


Na sala de audiências, na cadeira vedada aos outros mortais em que eu me sentava para exercer a Justiça em nome deles e por eles, e que eles sabiam pertencer-me por direito, o espaço era pouco para tanta sede de entender a personalidade dos outros, os porquês dos outros… Mas o desejo de cada vez mais os esmiuçar e entender, levava-me a não abdicar de todo um Poder / Dever que me orgulhava de exercer.



Por vezes sentia-me um Dom Quixote contra moinhos de vento, sem respostas e sem instituições de apoio. Mas não desistia, e o prazer de algumas “vitórias” era, apesar de curto, compensador.
E era através deste ramo do Direito, e por este, que mais se impunha a interdisciplinaridade das diversas matérias como a psicologia, a sociologia a psiquiatria forense, a medicina, porque também estas se debruçam sobre o Homem e os seus comportamentos. Os dissecam e tentam entender e explicar.


E o Direito, em especial o Penal, não pode abstrair-se dessa realidade, porque essa realidade, é importante a cada um de nós e é cada um de nós. Cada ser é um ser e para o definir e julgar, para compreender também a vítima, a sociologia e a psicologia têm obrigatoriamente de estar presentes.



Os Juízes não são mais figuras medievais, nem seres longínquos e inatingíveis, fechados ao Mundo que os rodeia. Eles são técnicos de Direito que saem do Mundo que os rodeia e fazem parte intrínseca do mesmo.
O seu conhecimento não se pode limitar ao Direito. O Juiz deve ter a abertura suficiente para poder conhecer o ser humano no seu todo, isso é ainda mais exigível ao Juiz do crime mas é-o também ao Juiz de Família e ao Juiz de Cível.


É também na sua experiência e na sua capacidade de abertura que encontra o outro, objecto do seu julgar. Para isso não precisa de ser mais ou menos velho…precisa apenas de estar atento e aberto aos outros. O facto de ser mais velho ou mais novo, não dá ao Juiz mais sensatez. Pode dar-lhe, ou não, mais experiência de vida, mas, se não tiver sensibilidade nem estiver vazio de preconceitos, pouco lhe adiantará os anos a mais com que percorreu a vida.


Como diz Kant na sua Crítica da Razão Pura : «Não há dúvida que todo o nosso conhecimento começa com a experiência. Com efeito, como poderia ser despertada para o seu exercício a capacidade de conhecer se não fosse pelos objectos que impressionam os nossos sentidos e que, por um lado, produzem representações por si mesmos e, por outro, põem em marcha a nossa faculdade intelectiva a fim de que compare, ligue ou separe estas representações, e elabore assim a matéria bruta das impressões sensíveis para delas extrair um conhecimento dos objectos a que se chama experiência? Deste modo, cronologicamente, nenhum conhecimento precede em nós a experiência e é com esta que todos os conhecimentos principiam. Mas, se todo o nosso conhecimento principia com a experiência, daí não resulta que proceda todo da experiência (…).» (...)

“ Sem a sensibilidade nenhum objecto nos seria dado; sem o entendimento nenhum seria pensado. Pensamentos sem conteúdo são vazios; intuições sem conceitos são cegas. Pelo que é tão necessário tornar sensíveis os conceitos (isto é, acrescentar o objecto na intuição), como tornar compreensíveis as intuições (isto é, submetê-las aos conceitos). Estas duas capacidades ou faculdades não podem permutar as suas funções. O entendimento nada pode intuir e os sentidos nada podem pensar. Só pela sua reunião se obtém conhecimento.»
É por aí que passa a capacidade de apreciar a prova, apurar os factos e determinar a culpa com a correspondente medida da pena. A capacidade de ser Juiz." (...)


ACCB - 2003 - Setembro
escrito no papiro por ACCB às 09:11
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Sexta-feira, 8 de Junho de 2007

...


Não podemos negar que ultimamente temos vindo a assistir a uma vaga de violência por parte de animais que são considerados raças perigosas e que, quer queiramos quer não ,são na verdade perigosas. Os chamados cães assassinos.
E que, se continua a assobiar para o lado quando existe legislação para observar.

A Responsabilidade de ter um Rottweiler ou um Pitbull é grande , mas "toda a gente" que tem um cãozinho destes ou um Pitbull, diz que o tem porque gosta do cão, porque o cão é manso, porque o cão é..etc , etc, etc.

O que é certo é que no Tribunal me aparecem um certo tipo de pessoas, com um certo tipo de actividades e, não quero generalizar, que têm para esses efeitos este tipo de animais.
E servem-se deles para cometer crimes e para os proteger nas suas andanças menos legais.

O proprietário de qualquer cão é sempre civilmente responsável pelos danos que o mesmo possa provocar a terceiros. Mas parece que se esquecem disso.

Embora esta premissa se deva aplicar a qualquer raça, os cães de grande porte, nos quais se inclui o Rottweiler, dado que potencialmente poderão causar danos de maior gravidade, exigem um cuidado redobrado por parte dos donos.

De facto, todas as tristes histórias que se conhecem acerca da agressividade de Rottweilers ou Pitbulls devem-se sobretudo à negligência, incúria ou à má formação dos donos.

Mas, não neguemos e, não ignoremos, que alguns donos se servem deles exactamente para praticar actos que são crime.

AH! Eu gosto de cães.
Juro que gosto.
Muito mais que de gatos.
Mas...deixemo-nos de ser anjolas. Está em causa a segurança de todos nós. Há que responsabilizar os donos destes animais.


DEC.-LEI Nº 312/2003 - Estabelece o regime jurídico de detenção de Animais perigosos e potencialmente perigosos como animais de companhia. (Necessita de Acrobat Reader para ver o Documento)


DEC.-LEI Nº. 276/2001 (Alterado parcialmente - vide D.L. 315/2003 e 312/2003) – Estabelece as normas legais tendentes a pôr em aplicação em Portugal a Convenção Europeia para a Protecção dos Animais de Companhia e um regime especial para a detenção de animais potencialmente perigosos


DEC.-LEI Nº. 338/99 – Aprova o Regulamento de Identificação, Registo e Circulação de Animais. Revoga o dec.-lei nº.245/96, de 20 de Dezembro, e as Portarias nºs. 262/91, 121/92 e 243/94, de 3 de Abril, de 26 de Fevereiro e de 18 de Abril, respectivamente.

PORTARIA 422/2004 - Determina as raças de cães e os cruzamentos de raças potencialmente perigosos.

- Declaração Universal dos Direitos do Animal
escrito no papiro por ACCB às 22:02
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (9) | juntar aos escribas

...


O MEU AMOR ( A minha metade da laranja )

</object>

Sofia Vitória - LINDO

escrito no papiro por ACCB às 17:36
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (16) | juntar aos escribas

...



Bush sentiu-se mal na cimeira G8

Presidente dos EUA acordou com indisposição de estômago mas vai retomar as actividades.
É o que eu digo!
Ninguém acredita em mim!
Putin ainda vai dar muita dor de cabeça, muita dor de barriga e muita dor de estômago a muito chefe de Estado e não só!
tags:
escrito no papiro por ACCB às 10:14
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (16) | juntar aos escribas
Quinta-feira, 7 de Junho de 2007

Simples

O Mote que me deram foi- "Mentira"
Eu , chamei-lhe "Simples"
Podia ser "Naif"
Mas, podia chamar-lhe "Sonho"
-
QUEREM DAR-LHE EM VEZ DE MOTE, OUTRO TITULO?
-



Um dia
Abriste os braços e eu sorri
Não queria encontrar-me com o teu peito
A tua Voz sussurrou loucuras
Eu sorri
Não queria acordar do meu sono

Estendeste as tuas mãos e
eu sorri
Não queria encontrar os teus gestos.
.
Um dia olhaste-me os olhos
e eu fugi
Tive medo do meu Olhar.
.
Depois, abriste-me a alma e
eu pensei
Que a minha alma tinha um espelho
A tua Voz falou-de de ti
E eu senti que te via inteiro.
.
Um dia
Abriste-me os braços
e eu fiquei
A tua Voz sussurrou loucuras e eu verdades
As tuas mãos procuraram as minhas
E eu dei
.
Um dia, tu olhaste o céu
E eu olhei-te os olhos
E tu partiste
E eu fiquei
...,...,...
e acordei.
-
*ACCB*

Mote dado: - "Mentira"


*

Alimenta tus sueños, me decían...

Y yo lo creí, inocentemente.

Olvidé que los sueños

viven en un mundo diferente

intangible y silente..

Y alimente mis sueños,

poblándolos de imágenes deseadas por mi mente

con amaneceres eternos y seres sin sombra...

que comparten en graciael placer de la gloria..

Un día , enancada en una brisa fría,

la realidad me dijo simplemente:

Despierta, aqui estoy yo...soy diferente ....
-

Rodolfo 1-07


-
tags:
escrito no papiro por ACCB às 09:27
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (8) | juntar aos escribas

...

AFINAL O DESERTO.....
Last Update: 2007/05/30
: Investment Opportunity

Alentejo is a region with an untapped agricultural potential with its Mediterranean climate offering scope for the growth of two crops per annum. The completion of the ‘Alqueva’ dam has enhanced the extraordinary natural conditions for the development of agro-industries.

SEE MORE... [+]



TOURISM IN ALENTEJO - COMMITMENTS
The Portuguese Government intends to attract investors interested in maximising its tourist resources, promoting interesting investments with the solid support of API.
Portas de Beja. SerpaPhoto: António Sacchetti
API has been promoting a series of measures to support private investment in the Region, but which at the same time also favour the local populations and improve their quality of life.
API thus supports sustainable investment that contributes to the economic and social development of the Alentejo, to the restoration of heritage and to improvements in the running and results of existing activities, in particular tourism activities.

::::::::::::::::............................................
escrito no papiro por ACCB às 00:51
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas
Terça-feira, 5 de Junho de 2007

...


O HOMEM DO CASACO CASTANHO COM BOTÕES DE CABEDAL
(Lembro-me dele na Faculdade - No Anfiteatro nº 1 da Clássica. Qdo se demitiu por entender que os procedimentos com alunos e professores não eram dignos de uma Faculdade. Um dia conto-vos. Aprendi com ele, para além de Processo penal, que a coragem era para ser exercida como um direito de cidadania. Tinha este casaco vestido naquele dia. E tinha este semblante... Já lá vão uns anos nos traços. A coragem, é a mesma.)
-
-
José António Barreiros diz que se assiste a "um descrédito progressivo da justiça, todo os dias sujeita a um campanha por parte dos políticos", e recorda que Saldanha Sanches falou à Visão na sua qualidade de "mandatário financeiro" da campanha de António Costa.

Diz António Barreiros que se assiste a "um processo de emporcalhamento sistemático do sistema judicial".
Sustenta que, a serem verdadeiras as afirmações de Saldanha Sanches, tal siginifica que "a liberdade de actuação do Ministério Público na província está cerceada", e que os magistrados do MP "de modo 'frequentíssimo' praticam crimes, por via da sua 'captura' pela 'estrutura autárquica'".

"O estar um magistrado capturado pela 'estrutura autárquica' só pode significar que estarão em causa situações em que tal 'estrutura' será passível, directa ou indirectamente, de responsabilização e que o Ministério Público actua em conformidade com a situação de 'capturado' por aquela estrutura.

Para José António Barreiros, "nenhum magistrado, por mais alto que seja o cargo que desempenha, está excluído de tal imputação, nem o autor da mesma diferencia qualquer situação".
E diz mais:
"A 'suspeita' criada pelo doutor Saldanha Sanches abrange pois um núcleo ainda indeterminado de pessoas, envolvendo as que se encontram actualmente na província ao serviço do MP e as que ali estiveram no passado", acrescenta, na queixa.José António Barreiros, que se constituiu como assistente no processo, indicou Saldanha Sanches como testemunha "a toda a matéria da presente denúncia e a factos de que tenha conhecimento".».

E quem fala assim...

PS:_ O DR Saldanha Sanches, não é marido da Drª Maria José Morgado??! Então não percebo.
AQUI
escrito no papiro por ACCB às 22:25
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (5) | juntar aos escribas

...


PGR diz que o país está «cheio de arguidos inocentes»


"A intenção do legislador ao conceitualizar a figura de arguido com os contornos que tem na nossa lei, foi a de criar mecanismos de defesa do cidadão.
A ideia não resultou.
No presente, para o homem médio o arguido é o culpado, o réu.
O conceito vai ser alterado, passando a exigir-se para que alguém seja constituído arguido, que existam “fundadas suspeitas”, o que vai provocar modificações. Hoje, o país está cheio de arguidos inocentes (ao lado, evidentemente, de culpados).


Há frases infelizes para quem não sabe nada destas andanças do Direito.
Infelizes porque, ditas de certo, para quem sabe das andanças do Direito, esquecendo que a maioria não sabe.
Na verdade é preciso explicar ao cidadão em geral que a qualidade de arguido, não implica ser culpado, e muito menos implica estar ou ser condenado.
Qualquer um de nós pode ser constituído arguido por haver suspeitas de que somos autores de um determinado ilícito.
Até do mais banal.
Isso, não implica necessáriamente que venhamos a ser acusados, seja recebida a acusação e seja marcada data para julgamento
E, muito menos implica que, sejamos condenados.

.

Ser arguido não é ser o autor dos factos que nos imputam.
Ser arguido não é ser bandido, malandro e criminoso.
É ser um indivíduo sobre o qual recaiem determinadas suspeitas e que quer ver o seu nome LIMPO.
Ser arguido implica direitos e deveres.

-
Pior seria ser suspeito, objecto de conversas em segredo, olhares estranhos e afirmações que não pudessem ser afastadas.
-
Claro que ninguém gosta de ser constituído arguido. Ninguém gosta de ser alvo de desconfianças, nem de processos nem de falatórios.

Mas TODOS os Arguidos são INOCENTES! TODOS! Enquanto não forem condenados.

É o princípio da presunção de inocência.

E, mesmo de depois de acusado e de julgado, mesmo depois de sentenciado e , no caso de a sentença ser de condenação, só com o trânsito em julgado se deixa de ser Inocente.


Portanto a afirmação deveria ser:
O PAÍS ESTÁ CHEIO DE ARGUIDOS INOCENTES.


É a mesma??
Pois é.
Os arguidos, Todos,são inocentes e, só deixam de o ser, com a condenação por um Tribunal Competente, e o trânsito em julgado dessa mesma condenação.

______________________________________________


Artº 58º do CPP

Constituição de arguido
1 – Sem prejuízo do disposto no artigo anterior, é obrigatória a constituição de arguido logo que:

a) Correndo inquérito contra pessoa determinada, esta prestar declarações perante qualquer autoridade judiciária ou órgão de polícia criminal;

b) Tenha de ser aplicada a qualquer pessoa uma medida de coacção ou de garantia patrimonial;c) Um suspeito for detido, nos termos e para os efeitos previstos nos artigos 254º a 261º; ou

d) For levantado auto de notícia que dê uma pessoa como agente de um crime e aquele lhe for comunicado.

2 – A constituição de arguido opera-se através da comunicação, oral ou por escrito, feita ao visado por uma autoridade judiciária ou um órgão de polícia criminal, de que a partir desse momento aquele deve considerar-se arguido num processo penal e da indicação e, se necessário, explicação dos direitos e deveres processuais referidos no artigo 61º que por essa razão passam a caber-lhe.

3 – A constituição de arguido implica a entrega, sempre que possível no próprio acto, de documento de que constem a identificação do processo e do defensor, se este tiver sido nomeado, e os direitos e deveres processuais referidos no artigo 61º.

4 – A omissão ou violação das formalidades previstas nos números anteriores implica que as declarações prestadas pela pessoa visada não podem ser utilizadas como prova contra ela.(Redacção que lhe foi dada pelo artigo 1º da Lei nº 59/98, de 25 de Agosto)

-


Ao sermos constituídos arguidos temos direitos e deveres:

Direitos e deveres processuais
1 – O arguido goza, em especial, em qualquer fase do processo e, salvas as excepções da lei, dos direitos de:

a) Estar presente aos actos processuais que directamente lhe disserem respeito;

b) Ser ouvido pelo tribunal ou pelo juiz de instrução sempre que eles devam tomar qualquer decisão que pessoalmente o afecte;

c) Não responder a perguntas feitas, por qualquer entidade, sobre os factos que lhe forem imputados e sobre o conteúdo das declarações que acerca deles prestar;

d) Escolher defensor ou solicitar ao tribunal que lhe nomeie um;

e) Ser assistido por defensor em todos os actos processuais em que participar e, quando detido, comunicar, mesmo em privado, com ele;

f) Intervir no inquérito e na instrução, oferecendo provas e requerendo as diligências que se lhe afigurarem necessárias;

g) Ser informado, pela autoridade judiciária ou pelo órgão de polícia criminal perante os quais seja obrigado a comparecer, dos direitos que lhe assistem;

h) Recorrer, nos termos da lei, das decisões que lhe forem desfavoráveis.

2 – A comunicação em privado referida na alínea e) do número anterior ocorre à vista quando assim o impuserem razões de segurança, mas em condições de não ser ouvida pelo encarregado da vigilância.

3 – Recaem em especial sobre o arguido os deveres de:

a) Comparecer perante o juiz, o Ministério Público ou os órgãos de polícia criminal sempre que a lei o exigir e para tal tiver sido devidamente convocado;

b) Responder com verdade às perguntas feitas por entidade competente sobre a sua identidade e, quando a lei o impuser, sobre os seus antecedentes criminais;

c) Prestar termo de identidade e residência logo que assuma a qualidade de arguido;

d) Sujeitar-se a diligências de prova e a medidas de coacção e garantia patrimonial especificadas na lei e ordenadas e efectuadas por entidade competente.(Redacção que lhe foi dada pelo artigo 1º da Lei nº 59/98, de 25 de Agosto)


VER AQUI

tags:
escrito no papiro por ACCB às 21:11
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (6) | juntar aos escribas

...

Ivo Canelas e António Pedro Cerdeira são Eça e Ramalho. Dois escritores que no verão de 1870 aceitam o desafio de escrever um mistério para o DN.

A ficção torna-se realidade num policial impar, os crimes sucedem-se numa acutilante critica de costumes à romântica sociedade Portuguesa do sec.XIX.

Nicolau Breyner, José Pedro Vasconcelos e Giselle Itiê dão corpo a este mistério realizado por Jorge Paixão da Costa e produzido pela FF FilmesFundo e Moonshot Pictures.

Óptimos actores. Óptima representação. Óptimo Excelente. Boa fotografia. Muito bem feito!

Que bom Portugal tem actores MUITO BONS!

-

escrito no papiro por ACCB às 09:33
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (2) | juntar aos escribas
Segunda-feira, 4 de Junho de 2007

...

Hoje duas pessoas queridas na minha Vida, por razões diferentes, festejam o seu aniversário
-
Para a 1ª com quem não posso partilhar o dia e a quem agradeço a existência sem mais palavras , porque as outras ela conhece, um ramo de rosas vermelhas.

Para a segunda ...
deixo-te aqui também:



tags:
escrito no papiro por ACCB às 14:23
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Domingo, 3 de Junho de 2007

...


"Os juízes têm de aprender a comunicar, explicar-se ao povo"
AQUI
Sem dúvida. Sem qualquer sombra de dúvida. O Juiz tem de aprender que só ele é o verdadeiro transmissor das suas ideias, das suas decisões.
O Juiz deve aprender, como já aprenderam outros sistemas judiciais na Europa, que em cada Tribunal deve haver alguém talhado para comunicar com a imprensa escrita e falada quando isso se impõe.
A informação sair da própria fonte, sem ser trabalhada ou alterada e devidamente explicada para toda a gente perceber, (toda a gente e não só os técnicos do Direito) é essencial hoje em dia.
É importante que o cidadão perceba porque A ou B foi condenado de uma forma e não de outra que parecia a mais óbvia.
É importante cada cidadão perceber, as razões de facto e de Direito que levaram a uma determinada decisão.
É que o Juiz não decide arbitrariamente, nem é um iluminado.
Está sujeito à Lei e aos factos, que é o mesmo que dizer à prova.
E está sujeito ao seu bom senso, é evidente.
Comunicar é importante e, saber comunicar é um dom.
Ainda não vi nada neste campo.
Lamento.
-
ACCB
escrito no papiro por ACCB às 21:54
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (2) | juntar aos escribas

De Perfil

Sobre mim

Sou alguém que escreve por gostar de escrever. Quem escreve não pode censurar o que cria e não pode pensar que alguém o fará. Mesmo que o pense não pode deixar que esse limite o condicione. Senão: Nada feito. Como dizia Alves Redol “ A diferença entre um escritor e um aprendiz, ou um medíocre, é que naquele nunca a paixão se faz retórica.” online

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

últimos papiros

Dois Epigramas

Partimos cada dia...........

Dia 11.11.2017

A rectidão das linhas

Para ser Perfeito

Miró

Caminhos

Paris , o pintor de rua e...

O temporal esta noite.......

Para ti

Engolir o Universo

Para o raio que os partis...

Eu sou a tempestade

fotos antigas a 3 de Junh...

Depus a Máscara

Fundamento

Berlim

A cadeira

Empatias

ESPLANADA

Pai

Aquele traço de escrita

Pássaros

Amigo não é nada disso

Filhos.....

Obama

A propósito de Trump

Choveu

Desiderata

8 de janeiro 2014 9 Jane...

Um texto que dá que pensa...

Para Fazer o Retrato de u...

Poema pouco original do m...

Poema de Jenny Londoño

Tons de escrita

Super Lua

No dia 11.11.2016 - 58 an...

10.11.2016

"May be ...... the price ...

Não peças a quem pediu

Noite....

....contemplação....

Como é um alentejano?

Que se dane a regra e o p...

Sílaba súbita

É nos olhos....

Papéis velhos...

Papel em branco.....

. A escrever qualquer coi...

Linhas...

Outros Papiros

licensecreativecommons

Licença Creative Commons
A obra Cleopatramoon de Cleopatramoon Blogue foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em cleopatramoon.blogs.sapo.pt.

favoritos

Eu sou a tempestade

Desiderata

Choveu

Pássaros

Aquele traço de escrita

Pai

Amanhã Hoje é dia da Cria...

Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

subscrever feeds