Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

Poema





Era um poema feito.
Mas tu tecias
novas linhas
com a palavra
aranha sedutora

(...)

Era um poema (..)
molhado pela água
turva
das lembranças
Mas com ele regavas
as raízes vivas
que te cresciam da boca.


(...)

ARMANDO SILVA CARVALHO
in- O que Foi Passado a Limpo
Obra Poética


 
escrito no papiro por ACCB às 21:13
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas

Eu...mar

Reformulado a pedido do próprio.


Passo a passo sou a maré
-
A Madrugada beija o Dia,
Diz-lhe Adeus
E no elemento natural que é o meu
Na liquidez da minha existência
Observo a separação
Que lentamente se transforma.
-
Mais tarde , o Sol mergulhará nas águas ... em mim.
Nos dilúvios do meu sentir
Na tempestade dos meus olhos
Nas marés das minhas mãos
Nos oceanos de sentimentos que sou eu
Nos rios de ternura que me correm nas veias
Nas serenas águas dos meus lábios
E nas torrentes salgadas das minhas lágrimas quando existem
-
O Dia procurará a Madrugada durante a Noite...
-
Até lá, o pedacinho de Mar que sou Eu
Avança ao Sol pelo elemento sólido...
Nem o fogo que incendiará a tarde
Poderá fragmentar esta ......natureza.

 

-


 

ACCB ( 13.4.07 - 31.5.07 )
tags:
escrito no papiro por ACCB às 21:09
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (5) | juntar aos escribas
Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

Serviços secretos

José Vegar é escritor e jornalista. Editou recentemente, em parceria com Maria José Morgado, «O Inimigo Sem Rosto» e, mais recentemente ainda, «Serviços Secretos Portugues - História e Poder da Espionagem nacional».
Comprei.
Vou ler.
Que será que tem de novo??!!
-

"Serviços de Informações de Segurança, Serviços de Informações Estratégicas de Defesa, Polícia Judiciária, Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, PSP e GNR são as principais forças que entram neste perigoso jogo e se confrontam na disputa do espaço das informações e do controlo de um território marcado pela indefinição de fronteiras e competências. Um mundo onde reina a conflituosidade e a falta de cooperação. Editado por A esfera dos livros, e baseada numa investigação rigorosa com mais de uma década, este livro, escrito por um jornalista profissional, mostra-nos pela primeira vez a realidade oculta dos serviços secretos portugueses. As ameaças que investigam, os métodos de pesquisa e análise utilizados, o modo como se movimentam no terreno e com que riscos se defrontam os seus operacionais." - 1º de janeiro
tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:36
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (2) | juntar aos escribas

Rogério Alves não se recandidata


 

Ordem dos Advogados Rogério Alves não se recandidata


 


Hoje O bastonário já comunicou ao Conselho Geral da Ordem dos Advogados que não será candidato às eleições do final deste ano, apurou o SOL. Um grupo de apoiantes de Rogério Alves vira-se agora para Ângelo Almeida Ribeiro, que ainda pondera a decisão de avançar.


 

É pena Rogério Alves não se recandidatar..
É pena porque,...há pouca gente com a verticalidade dele e o savoir faire.
É pena porque falta por aí gente que saiba estar na Justiça de uma forma próxima da sociedade.
É pena , porque explicava tudo sem papas na lingua.
É pena porque exigia com classe.


 

Rogério Alves, não o sendo, tinha a autenticidade e a pureza de princípios do que é jovem.
É pena.


 

 


 

 
tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:26
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (6) | juntar aos escribas

(Do) NUTS


 

 
 
 
Reorganização da geografia judicial
O Conselho de Ministros de 10 de Maio aprovou um Decreto-Lei que reorganiza a distribuição geográfica de varas e juízos dos tribunais de Família e Menores, Trabalho, Comércio, Penal, no âmbito do Programa de Medidas Urgentes para a Melhoria da Resposta Judicial. Os tribunais em causa situam-se em Setúbal, Seixal, Almada, Loures, Cascais, Oeiras, Sintra, Vila Franca de Xira, Lisboa, Gaia, Maia, Póvoa de Varzim, Porto, Guimarães, Braga, Coimbra, Leiria e Matosinhos. A criação, extinção e reorganização obedece a critérios de volume de trabalho, visando promover a racionalização da distribuição do número de processos por juízo e tribunal, no sentido de uma melhor justiça.
-
Que irá acontecer ao deserto?
Bem, pelos vistos nada.
Nem aeroporto nem nada!
-
tags:
escrito no papiro por ACCB às 22:37
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (2) | juntar aos escribas

Ritual do chá

Ontem ofereceram-me: - O Ritual do chá.
Um chá que veio dos Açores.
Verde para que eu não envelheça.
Verde como a esperança.
Verde como os Açores.
Verde como a Atlântida.
Verde como a alegria da Amizade.
-
( Há mais ou menos 1 ano, no dia 25.5.06 ofereceram-me um
IDÍLIO.
Quando nós vamos ambos, de mãos dadas,
Colher nos vales lírios e boninas,
E galgamos dum fôlego as colinas
Dos rocios da noite inda orvalhadas;.
Ou, vendo o mar das ermas cumeadas
Contemplamos as nuvens vespertinas,
Que parecem fantásticas ruínas
Ao longo, no horizonte, amontoadas:.
Quantas vezes, de súbito, emudeces!N
ão sei que luz no teu olhar flutua;
Sinto tremer-te a mão e empalideces.
O vento e o mar murmuram orações,
E a poesia das coisas se insinua
Lenta e amorosa em nossos corações.
ANTERO DE QUENTAL)
 
 
tags:
escrito no papiro por ACCB às 21:35
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (7) | juntar aos escribas

Acórdão STJ

Acórdão do Supremo Tribunal de Justiça de 3 de Maio de 2007
Processo 07P341
 

Relator: Juiz Conselheiro Rodrigues da Costa

___________
2007-05-29
Decisão recente da Secção Criminal do STJ está a suscitar referências na comunicação social.
Para informação dos interessados, publica-se o texto integral do acórdão de 3 de Maio de 2007, disponível, também, desde algum tempo, na base de dados da DGSI.
-----------------

tags:
escrito no papiro por ACCB às 00:05
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (10) | juntar aos escribas
Terça-feira, 29 de Maio de 2007

POEMA À MÃE

No mais fundo de ti,
 

eu sei que traí, mãe.


 

Tudo porque já não sou


 

o menino adormecido


 

no fundo dos teus olhos.


 

 


 

Tudo porque tu ignoras


 

que há leitos onde o frio não se demora


 

e noites rumorosas de águas matinais.


 

Por isso, às vezes, as palavras que te digo


 

são duras, mãe,


 

e o nosso amor é infeliz.


 

 


 

Tudo porque perdi as rosas brancas


 

que apertava junto ao coração


 

no retrato da moldura.


 

Se soubesses como ainda amo as rosas,


 

talvez não enchesses as horas de pesadelos.


 

 


 

Mas tu esqueceste muita coisa;


 

esqueceste que as minhas pernas cresceram,


 

que todo o meu corpo cresceu,


 

e até o meu coração


 

ficou enorme, mãe!


 

Olha – queres ouvir-me?


 

–às vezes ainda sou o menino


 

que adormeceu nos teus olhos;


 

ainda aperto contra o coração


 

rosas tão brancas


 

como as que tens na moldura;


 

 


 

ainda oiço a tua voz:


 

Era uma vez uma princesa


 

no meio de um laranjal…


 

Mas – tu sabes – a noite é enorme,


 

e todo o meu corpo cresceu.


 

Eu saí da moldura,


 

dei às aves os meus olhos a beber.


 

Não me esqueci de nada, mãe.


 

Guardo a tua voz dentro de mim.


 

E deixo-te as rosas.


 

Boa noite.


 

Eu vou com as aves.
-


 


 

-
Amo-te muito Mãe.
escrito no papiro por ACCB às 22:10
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (4) | juntar aos escribas
Segunda-feira, 28 de Maio de 2007

Anjos

Hoje Um Anjo Partilhou Comigo o Dia
escrito no papiro por ACCB às 10:55
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas
Domingo, 27 de Maio de 2007

O CAVALEIRO DA ARMADURA ENFERRUJADA


(Robert Fisher)



 

"Disseste—me uma vez que eu tinha posto esta arma­dura porque tinha medo.
— E não é verdade? — replicou Merlim.
— Não, usava-a como protecção quando ia combater.
— E tinhas medo de ser ferido com gravidade ou morto
— acrescentou Merlim.
— Não temos todos?
Merlim abanou a cabeça: — Quem é que algum dia te disse que tinhas de ir para as batalhas?
— Eu tinha de provar que era um cavaleiro virtuoso, amá­vel e dedicado.
— Se eras na verdade virtuoso, amável e dedicado, por que tinhas de o provar? — perguntou Merlim.
O cavaleiro evitou pensar nisso, do mesmo modo como normalmente se esquivava das coisas: adormecendo."



-pag.23

tags:
escrito no papiro por ACCB às 12:18
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (12) | juntar aos escribas

metade da laranja

 


Ao espremermos uma laranja, buscamos

o sumo.

Quando abrimos a ostra ansiamos

a pérola,

mas com gente é diferente.

Há a essência, há a jóia,

precisa haver

o amor,

a sedução,

para que haja doação
tags:
escrito no papiro por ACCB às 05:00
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (2) | juntar aos escribas

Veneza - à minha metade da laranja




O meu amor
Tem um jeito manso que é só seu
E que me deixa louca
Quando me beija a boca
A minha pele inteira fica arrepiada
E me beija com calma e fundo
Até minh'alma se sentir beijada, ai
O meu amor
Tem um jeito manso que é só seu
Que rouba os meus sentidos
Viola os meus ouvidos
Com tantos segredos lindos e indecentes
Depois brinca comigo
Ri do meu umbigo
E me crava os dentes, ai
Eu sou sua menina, viu?
E ele é o meu rapaz
Meu corpo é testemunha
Do bem que ele me faz
O meu amor
Tem um jeito manso que é só seu
De me deixar maluca
Quando me roça a nuca
E quase me machuca com a barba malfeita
E de pousar as coxas entre as minhas coxas
Quando ele se deita, ai
O meu amor
Tem um jeito manso que é só seu
De me fazer rodeios
De me beijar os seios
Me beijar o ventre
E me deixar em brasa
Desfruta do meu corpo
Como se o meu corpo fosse a sua casa, ai
Eu sou sua menina, viu?
E ele é o meu rapaz
Meu corpo é testemunha
Do bem que ele me faz
_____________
(de "Obra")-->Chico Buarque
+
( À minha metade da laranja)
escrito no papiro por ACCB às 04:24
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (9) | juntar aos escribas

FAP


 

MILITAR PORTUGUÊS FERIDO NO AFEGANISTÃO


 

 
Um grupo de comandos que realizava uma patrulha a pé, a oeste da cidade afegã de Kandahar, Afeganistão, sofreu ontem uma emboscada que provocou ferimentos ligeiros no primeiro-sargento Carlos Barry.Segundo o Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA), o ataque ocorreu às 01.48 locais (04.48 em Portugal).
escrito no papiro por ACCB às 04:02
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (4) | juntar aos escribas

desidratações

A Cleopatra acha que o deserto deve ter um aeroporto e, quer dizer ao Sr. Ministro Mário Lino que no deserto não há só miragens e que, provavelmente, o Sr. Ministro está um pouquinho desidratado, daí a falta de vista.

 

tags:
escrito no papiro por ACCB às 03:39
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (2) | juntar aos escribas
Sábado, 26 de Maio de 2007

Intensidades

Depois de uma quinta feira de intenso trabalho
uma quarta de intenso trabalho,
uma terça de trabalho intenso,
uma segunda de intenso intenso
e uma sexta sem tempo para nada intenso,
urge, fazer nova postagem!
INTENSA!!!!
-
(Há um ano ,neste dia e, neste Blog, nada estava escrito)
tags:
escrito no papiro por ACCB às 20:43
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (7) | juntar aos escribas
Quinta-feira, 24 de Maio de 2007

suspiro.....................

Hoje estou a precisar de:
E de:



 

Até Amanhã.

tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:30
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (8) | juntar aos escribas

Sentença


"Um provérbio é uma sentença curta baseada numa longa experiência."
.

Miguel de Cervantes
tags:
escrito no papiro por ACCB às 20:20
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (5) | juntar aos escribas

Margem sul...

Ministro das Obras Públicas: margem Sul é “um deserto” e não serve para o aeroporto
O ministro das Obras Públicas, Mário Lino, afirmou hoje, no final de um almoço promovido pela Ordem dos Economistas sobre a Ota, que “a Margem Sul é um deserto” e por isso seria uma “obra faraónica” fazer aí o futuro aeroporto de Lisboa.


 

A Cleopatra concorda com a obra Faraónica na margem sul.


 

Está farta de pantanos com patos!


 

------------------


 

 


 

Barroso e Sarkozy querem avançar para tratado europeu simplificado
O novo Presidente da França, Nicolas Sarkozy, e o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, defenderam hoje, em Bruxelas, a necessidade de se avançar rapidamente para um “tratado simplificado” da UE que substitua o projecto de Constituição europeia.


 

 


 

Tratado Simplificado"??


 

_____________________________-


 

 

Carmona Rodrigues recandidata-se a Lisboa para terminar projecto de 2005
Carmona Rodrigues anunciou esta tarde a sua recandidatura à presidência da Câmara de Lisboa apresentando-se com o objectivo de concretizar o projecto para a cidade com que foi eleito em 2005.
PPM formaliza candidatura à Câmara de Lisboa com ambiente como tema forte
Carlos Barbosa na lista de Carmona Rodrigues em lugar não elegível
Garcia Pereira é candidato à câmara de Lisboa


 

 


 

ORA BEM!!!


 

Com tanto candidato, Lisboa não vai ficar sózinha....Provavelmente é desta que a culpa não morre solteira.


 

---------------------------
escrito no papiro por ACCB às 00:11
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (4) | juntar aos escribas
Quarta-feira, 23 de Maio de 2007

"As escritas dos outros

que Podiam ser Nossas"

 

 


 

"...Os cabelos brancos são uma nova cerejeira


 

A mais bonita árvore
 
A tua voz, uma palavra tua


 

Nunca serão por acaso..."
 



 

João
escrito no papiro por ACCB às 00:31
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (5) | juntar aos escribas
Terça-feira, 22 de Maio de 2007

Centenário de Hergé:

 

 

"Herói belga chegou aos portugueses em 1936
Portugal foi o primeiro país do mundo a publicar o Tintim a cores
 
No final de Abril de 1936 Hergé recebeu em Bruxelas um envelope de Portugal.
Ao abri-lo, encontrou alguns exemplares da revista O Papagaio e teve uma grande surpresa: viu pela primeira vez uma história de Tintim impressa a cores (Tintim na América).


 


"Fiquei encantado por ver os meus desenhos aparecerem a cores", diz Hergé numa carta que enviou a 12 de Maio desse ano ao padre Abel Varzim, que o contactara em Maio de 1935, em nome da publicação, para negociar a divulgação das histórias de Tintim.


 

 


 

O herói chama-se Tim-tim, é apresentado como repórter português de O Papagaio - na versão original é um repórter belga do Le Petit Vingtième - e tem como companheira uma cadela chamada Rom-Rom, de cor acastanhada (e não o cão Milú branco)."
-
in o Público on line


 

-
tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:35
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (4) | juntar aos escribas

PROVAS DE AFERIÇÃO





O meu filho tem, esta semana, como tantas outras crianças, as tais provas de aferição.
Não lhe faz mal.
Eu fiz exame de quarta classe.
Mas acho que nunca senti o que uma criança pode sentir hoje em dia.
Eu digo "pode" sentir hoje em dia.
A minha professora transmitiu-me confiança,... sabia viver para nós... embora hoje pensa que não sabia muito bem o que sentiamõs ou pensava que, deviamos sentir como elea.
No entanto VIVIA SÓ PARA NóS.
E hoje ainda o sinto.
Responsabilizava-nos até à medida da nossa responsabilidade, não sem antes, dar de si própria, tudo a todos.Motivava-nos o estudo
E sentia orgulho pelos seus alunos. Eles eram o espelho de si própria.

GOSTO - ainda hoje gosto - dela.

Diz a senhora Ministra que as tais provas de aferição aferem a necessidade de intervir.
ONDE?????
Aferem as qualidades de aprendizagem...
As provas de aferição do ensino básico são "instrumentos imprescindíveis" para "medir a qualidade das aprendizagens e o funcionamento das escolas". ...

Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii !!!!!
 
Voltamos a princípio e lá vamos cair na razão de ser de tudo...
Quando deixamos de ser uma sociedade competitiva para passarmos a ser uma sociedade produtiva?


Ao ler este post da Isabel senti que tinha encontrado mais uma professora sensível.

Que bom Meu Deus.

É que há para aí professoras novinhas que pedem às crianças para serem adultos.


_____ACCB_____________________________

 
escrito no papiro por ACCB às 16:06
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (4) | juntar aos escribas
Segunda-feira, 21 de Maio de 2007

Frase do mês

 
«Quero deixar-vos também uma palavra de confiança, confiança em vós, nas vossas famílias e a certeza que cada um de vós dará o seu melhor para um país mais justo, para um país mais pobre... perdão..."


 

 


 

Sócrates
escrito no papiro por ACCB às 21:01
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (10) | juntar aos escribas
Domingo, 20 de Maio de 2007

20.5.07

20.5.07

Há um rapaz que é especial na minha Vida.

Todos os dias me olha nos olhos e diz: - Amo-te.
Todos os dias me abraça sem pedir mais nada em troca que não seja dois braços à volta dele e uma troca de energias que só os dois sabemos trocar.
Todas as manhãs me pergunta se dormi bem e, todas as manhãs, lhe peço um beijo para que o dia me corra bem
Como se o beijo dele fosse o meu talismã.


 
Durante o dia penso nele. Não sei se me lembra durante o dia.
Quando algo lhe corre mal eu sinto-o.
O Amor é assim.
Chamo-lhe . -"Meu Passarinho!" e ele chama-me - "Minha fofinha mais querida".
 
Quando nos aborrecemos um com o outro, acontece a quem se ama também, doi-me o coração até ao mais fundo da alma e, à tarde no reencontro, procura-me os olhos para ver se ainda estou zangada.
Há dias em que faço um esforço para fingir que estou.
É preciso que assim seja. Outros esqueci e ele finge ter esquecido também.
Há noite não adormecemos sem as ternurinhas do costume mas há dias em que uma birra nos impede de desejar sonhos bons, embora saibamos que ambos o desejamos.

Ele tem uns olhos castanhos lindos.
A sua voz é doce e aconchega-me o coração se estou triste.
E ele sabe tão bem quando estou triste.

Este rapaz, acompanha-me há, faz hoje, 10 anos e 9 meses.
É um amor incondicional.
É o meu FILHO!


 
Parabéns meu amor.
 
-
ACCB
escrito no papiro por ACCB às 22:46
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (14) | juntar aos escribas
Sábado, 19 de Maio de 2007

Alguém quer comentar estas afirmações?


 

"Urge encontrar uma solução que permita que o casamento, que tem ou deve ter por base fundamental o amor e o desejo de partilhar uma vida em comum, não seja encarado como obstáculo à felicidade quando os pressupostos que levaram à sua realização deixaram de se cumprir".
 


 

*
Manter relações sexuais com o conjuge, não é um dever conjugal.


 

*
escrito no papiro por ACCB às 23:15
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (21) | juntar aos escribas

A PEDRA DE ROSETA


 

 


 

 
 
Helena Roseta quer ser presidente da Câmara da capital deste País à beira mar plantado.
E querer é insistir, teimar, perseguir uma ideia, lutar por ela.
Para tanto, tinha de reunir assinaturas claro.
Deve ter telefonado para as reunir.
Parece que também recebeu telefonemas, provavelmente para mandar destroçar....
Bem, aqui, não houve escutas telefónicas....até podia ser um oferecimento altruísta de uma assinatura! ( E se houvesse não eram legais!)
 


 

A minha pergunta é.
Para quando deveriam ser marcadas as eleições?
Qual era a data que por lei deveria ser a das eleições?
Dentro de que prazo? A Câmara "caiu" há dias... uma semana não foi?... Até 60 dias podem ser marcadas as eleições não é?!
Até!
Ajudem-me se estiver errada.
E dentro desse prazo a Governadora Civil de Lisboa marcou a data.
Não estando contentes com a mesma, apresentou-se reclamação que, o Tribunal Constitucional deferiu e, o prazo foi alargado, dentro do legal, para dia 15 de Julho.


 

 
E porque não?
Não vejo novamente a questão da questão.
Roseta jogou fundo. Quis e lutou por aquilo que quer. Ela e outros independentes mas, nitidamente ela.
Carmona Rodrigues desistiu!!!
Adorava que ponderasse e, maldade minha, adorava aquilo que rima com ponderasse.

Voltando a Helena - atirou uma pedra ou guarda uma pedra?
 

Se for preciosa, que a guarde.
Se for de um jogo que a jogue na altura certa.
 
Cá para mim... só gostava de saber , o conteúdo do tal telefonema.É a única coisa que eu gostava de decifrar.


 

E não gostei do discurso desta manhã do António Costa.
Não gosto maiorias absolutistas digo, absolutas.
 
 
Ora... aguardemos porque esta... é a pedra de Roseta se Carmona não jogar.


 

ACCB
escrito no papiro por ACCB às 22:18
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas

Lisboa


 

 
 
 
Governadora civil de Lisboa marca nova data das intercalares para 15 de Julho


 

 


 

A governadora civil de Lisboa, Adelaide Rocha, marcou ontem à noite uma nova data para as eleições intercalares para a Câmara Municipal da capital portuguesa: 15 de Julho.


 


Congresso do CDS-PP pede a demissão da governadora civil de Lisboa
Helena Roseta saúda adiamento das eleições intercalares
Júdice teme aumento da abstenção se eleições coincidirem com férias
CDU cumpre lista paritária em Lisboa com dois independentes e dois ecologistas
Tribunal Constitucional anula data das eleições em Lisboa
escrito no papiro por ACCB às 22:00
link do post | Escreva no Papiro | juntar aos escribas

ISTO SERÁ VERDADE?


 
 

 

Apesar dos insistentes pedidos dos pais para uma mudança de turma
Violência de colegas obriga criança com cancro a deixar a escola 19.05.2007
 
O Miguel ainda não foi às aulas este período. Há um somatório de episódios a atormentar a sua memória. Chamam-lhe "surdo", por ter perdido parte da audição com os tratamentos. Chamam-lhe "porco", por não usar o balneário. Um dia, um dos rapazes apanhou-o no corredor e "obrigou" outro a puxar-lhe as calças, enquanto lhe chamava "aquilo que é o contrário de gostar de mulheres". Já lhe aconteceu encontrar a mochila "cheia de ranho"...
____________________________
<---------------------------------------------- Trabalhava há quase 20 anos na DREN
Professor de Inglês suspenso de funções por ter comentado licenciatura de Sócrates 19.05.2007

Um professor de Inglês, que trabalhava há quase 20 anos na Direcção Regional de Educação do Norte (DREN), foi suspenso de funções por ter feito um comentário – que a directora regional, Margarida Moreira, apelida de insulto – à licenciatura do primeiro-ministro, José Sócrates.
___________________________________
escrito no papiro por ACCB às 15:30
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (5) | juntar aos escribas

POIS! ...É!

 
-
Estive lá ontem - 18.5- sexta -Pavilhão Atlântico.
-
Julio José Iglesias de la Cueva
-
Que é piroso?!
-
É A voz!...Fraquezas!!...
-
É o raio do meu lado esquerdo!!!
-
De todas as que gosto dele e ouvi..deixo-vos esta!




 
 
 
 
 
 
Julio Iglesias, cuyo nombre completo es Julio José Iglesias de la Cueva, nació en Madrid, em 1943,
hijo del Dr. Iglesias Puga y Maria del Rosario de la Cueva.
A Julio Iglesias le gustaba el deporte y jugaba como portero en el equipo de fúlbol del Real Madrid a la vez que estudiaba.
Pero un gravísimo accidente de coche en 1962 truncó su carrera deportiva y a punto estuvo de costarle la vida.
Estuvo durante un año y medio semi paralítico y con mínimas esperanzas de volver a andar.
Fue entonces cuando le regalaron una guitarra y cuando empezó a componer.
Afortunadamente, pudo recuperarse de su lesión y continuó sus estudios.
También se fue a Inglaterra a estudiar inglés.
En 1968 tuvo su primer éxito con la canción 'La vida sigue igual', con la que ganó el festival de Benidorm.

Cantor latino com mais discos vendidos em todo o mundo;
Entre os 10 artistas com mais discos vendidos em todo o mundo;
Mais de 250 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo;
Detentor de mais de 2.600 Discos de Platina e de Ouro;
Detentor de uma estrela no “Caminho da Fama” em Hollywood;
Detentor de um Grammy Award;“Personalidade do Ano” nos Latin Grammy Awards;“
Artista Latino Favorito” nos American Music Awards;
Detentor de um Premio Vida Bravo (atribuído à Maior Personalidade da Música Latina);
Detém o Diamond Award do Guiness Book of World Records pelo maior número de discos vendidos num maior número de línguas.
Embaixador Itinerante da UNICEF Idade Mínima: 6
Promotor: SPE
-

PS:- AH! E continua com aquele problema no estômago. pelo menos não deixou de passar a mão por lá durante todo o concerto.
Gostei!
Repito!

tags:
escrito no papiro por ACCB às 01:53
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (9) | juntar aos escribas
Quinta-feira, 17 de Maio de 2007

Ainda a Madeleine

Crianças Raptadas
Desaparecidas
Noticias
Investigações
Portugal Um País muito Seguro





No Blog do Anónimo, escrevi que estava a caminho lá minha moon uma postagem sobre "outras" crianças desaparecidas.
No Blog da Lua de Lobos deixei um comentário.
Gostei do cuidado que ela teve em indicar o nº de crianças
desaparecidas em Inglaterra.

-

E gostei da indignação que demonstrou quanto à forma como as coisas vão decorrendo e correndo e escorrendo...
Isso espicaçou-me a vontade de deitar cá para fora aquilo que penso do assunto.
E penso algumas coisas e em várias frentes.
Começando pelos acontecimentos e pelo seu início.
Aos pais não se pode imputar a culpa, dizia este fim de semana na entrevista à NS, a Dr. Dulce Rocha.
É verdade, aos pais não se pode imputar toda a culpa mas, alguma pode.
É certo que deviamos viver numa sociedade ideal, mas não vivemos.
Não vivemos e já no tempo em que eu era criança não viviamos.


E nem que não seja por isso, não se deixam crianças daquela idade sózinhas.

Há outros riscos próprios das idades em causa.
Bem, adiante.

Apareceram aí meia dúzia ou duas dúzias,( Eram tantos!) de jornalistas aflitos e ofendidos a reclamarem que as nossas policias não diziam nada!
Que não andavam de 15 em 15 minutos a gritar o que viam eles e cheiravam os cães.
Cheios de arrogância e a vomitar competências que não têm.

Na verdade, o nosso método de trabalho é diferente do deles e não tem de ser igual....

É certo que a investigação de rabo sentado não me agrada e, gostei de ouvir a Maria José Morgado dizer que quer o MP no terreno.
Eu também quero.


Qto ao "nº" que se seguiu... é tudo para salvar o turismo.
Ou acham que é só, servilismo??
Não!
O Sr. 1º Ministro apareceu a dizer, em mau inglês que Portugal era:
UM PAÍS MUITO SEGURO!

Pois é.

Nunca despareceram crianças portuguesas por cá.
Nem há tráfico de nada por cá
Nem há por aí gente com medo de sair à rua à noite!
Nem há por aí gente com medo das mafias de leste!
Nem há por aí bairros em que nem se pode entrar ou chegar perto!
Nem há por aí crianças violadas abusadas e gente a sofrer maus tratos!

PORTUGAL É UM PAÍS MUITO SEGURO para o Sr. Ministro

Quanto à informação, à preocupação, às ofertas para que se faça a procura...
É assim que deve ser ...MAS....
PORQUE Não FoI ASSIM COM AS NOSSAS CRIANÇAS ??-
27....crianças na lista não é??

Há por aí algum clube de futebol que se prontifique a investir nessa procura????
Olhem, o que ganhar o campeonato no domingo!!

Porque não???!

Ah! esquecia-me: Nós "falamos tudo"!
Se em Londres perguntarmos as horas ou o nome de uma rua, em Português... dizem-nos num Inglês snob:
- I do not understand! Sorry, sorry.

Mas ontem quando almoçava, uma inglesa perguntou-me como devia proceder, uma vez que era um self service.
E respondi-lhe em inglês e com UM GRANDE SORRISO.
-Nice - disse ela sorrindo.

Provavelmente as nossas crianças deviam andar armadas como esta:

"No estado do Illinois - Bebé de dez meses obtém licença de porte de arma nos Estados Unidos

Aos dez meses de idade, Howard David Ludwig ainda não fala, não come sozinho e não anda, mas as autoridades do estado norte-americano do Illinois consideram que ele já é suficientemente crescido para ter licença de porte de arma.
-
Boa noite!!
ACCB
escrito no papiro por ACCB às 00:57
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (11) | juntar aos escribas

Olhar


 

 


 

كليوباترامون
cleopatramoon

 
tags:
escrito no papiro por ACCB às 00:03
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (5) | juntar aos escribas
Domingo, 13 de Maio de 2007

quimica



O amor é um alquimista.
Um apaixonado é quase sempre aquele que, tendo encontrado um pedaço de carvão, o guarda ciosamente no bolso dizendo:
«é um diamante!»
-
(Mme de Stael)
escrito no papiro por ACCB às 19:51
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (28) | juntar aos escribas

Não me Morras.

(Foto de Susane)
 


Não me morras

sem que te ame da forma a que tens direito.
Não me morras

sem respirares os meus sussuros
sem partilhares comigo
o teu leito

Não me morras

Não te vás
sem que os meus lábios te digam do meu ser
E os meus dedos te falem do teu sentir.

Não partas

Sem viver através de mim
O que nunca te disseram
E nunca soubeste ouvir.

Há no Sol
Na névoa
Na luz da manhã
Um pôr do Sol
Que é uma promessa de amanhã

Não me morras Amor
que não mereço.

Aqui

( inspirado na foto do Blog Poesia Portuguesa - aqui)


ACCB

tags:
escrito no papiro por ACCB às 18:41
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (15) | juntar aos escribas
Sábado, 12 de Maio de 2007

música

Hoje, no Palácio da Ajuda, durante uma tarde quente e enevoada cá fora, deliciei-me na sala
D. Carlos, com um Concerto dado pela
Orquestra Sinfónica da Escola Superior de Música de Lisboa.


 

 

 
Entra-se na sala, ou deixamo-nos diluir nela?
Não sei bem.
Mas penso que me diluo na sala quando um grupo de fadas e elfos, ou criaturas semelhantes, a invade... e através dos sons dos seus instrumentos musicais, me conta, me sussurra, me diz o que sente.
E me faz sentir.
E me faz feliz.
É um Mundo que me faz falta o da música...ou será todo o mundo das artes?
É. Todo o Mundo das artes.


 

 


 

Vasco Pearce de Azevedo, lisboeta, Mestre em direcção de orquestra, ( licenciado em Engenharia Eléctrónica pelo Instituto Superior Técnico), parecia-me hoje, à frente da orquestra, um Feiticeiro com a sua batuta... Simples e grandioso.
Como a engenharia se mistura com o engenho e a arte.


 

 


 

Por entre Frederick Delius , André Jolivet, Henri Tomasi, Gabriel Fauré e maurice Ravel, diluí-me nos sons e nas imagens que os sons favoreciam...
 


 

A certa altura um trompetista maravilhoso - Hugo José Guedes dos Santos,- invadiu a sala, e conduziu a orquestra levando-a ao rubro....


 

Ou terá sido a orquestra que nos levou ao rubro?...
Não sei,..mas, de repente... tudo se tornou o som do trompete num nocturno envolvente de Henri Tomasi.
 


 

Ouvi-los e estar com eles é um privilégio..


 

Ah! E não posso esquecer uma flauta transversal que se ouvia na sala, tocada por uma fada, aparentemente frágil, mas cheia de força... A fada da Vontade. É assim que chamo à Miriam e que já tive o prazer de vos apresentar aqui no Blog.


 

-


 

Uma tarde de fadas e Elfos...
Se fosse em Viena... aquela sala estaria cheia.
Ai Portugal que não sabes os valores que tens!


 

-

Sítio com música
tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:41
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas

Psiuu...meninas??!!...

Hoje passei junto ao Tejo. e estava lá o Porta aviões...-USS Eisenhower -Enorme...Fez-me lembrar!!...
*
Uma babel de 18 andares e quase 350 metros de comprimento por 80 metros de largura.
Lançado ao mar em 1960, após o início da guerra do Vietname, e regressado do Iraque e do Afeganistão, onde apoiou os contingentes norte-americanos no terreno, o maior porta-aviões americano ainda consegue agitar o quotidiano dos portos por onde atraca.
No hangar por onde se acede ao porta-aviões estão alinhados alguns dos 368 aviões que o navio transporta (oito esquadras de 46 aparelhos, entre caças F-18, aviões de guerra electrónica e helicópteros de ataque a submarinos).
.


Ah! Das três... eu sou a morena. Só pode!
As brincadeiras que eu fazia com as amigas a a irmã a imitar as Star sisters!!!

 
***

___________________________________________

____________________________________

tags:
escrito no papiro por ACCB às 23:30
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (1) | juntar aos escribas
Quinta-feira, 10 de Maio de 2007

...

Ano Europeu da Igualdade de Oportunidades para Todos

 

2007 é o Ano Europeu da Igualdade de Oportunidades para Todos

- Para uma Sociedade Justa.

O Ano Europeu da Igualdade de Oportunidades para Todos pretende sensibilizar a população para os benefícios de uma sociedade justa e coesa.

-Preconiza iniciativas de sensibilização que tenham por objectivo combater atitudes e comportamentos discriminatórios, bem como informar os cidadãos sobre os seus direitos e obrigações.

-

escrito no papiro por ACCB às 22:09
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (1) | juntar aos escribas
Quarta-feira, 9 de Maio de 2007

Agente encoberto


 

COMO DISSE ???
.
RICARDO SÁ FERNANDES AGENTE ENCOBERTO ??????!!!!!
-
Dizem que :
Está ao rubro a guerra de palavras entre o dono da construtora Bragaparques,
-
Domingos Névoa, e o advogado Ricardo Sá Fernandes.
-
Estranha coincidência de palavras...
escrito no papiro por ACCB às 20:38
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (6) | juntar aos escribas

Esmeralda


 

 


 

 
 
 
"Caso Esmeralda: Luís Gomes já se encontra em liberdade
Luís Gomes soube hoje da decisão do Tribunal da Relação de Coimbra quando se encontrava fora da prisão, numa habitual sessão de hemodiálise, pelo que já está em liberdade, disse o director do Estabelecimento Prisional Militar de Tomar.
Caso Esmeralda: Luís Gomes vai ser libertado
Acórdão do Tribunal da Relação de Coimbra
Comunicado do tribunal"
tags:
escrito no papiro por ACCB às 19:30
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (3) | juntar aos escribas

Desaparecimento

 
Madeleine McCann
-
Amanda Walker has spent the day with former detective Mark Williams-Thomas to look at the key points in the investigation into the disappearance of missing British toddler Madeleine McCann
-
Ocean Club apartment hotel in Praia de Luz, Portugal.
.
VIDEO AQUI
-
"But at 10pm, when her mother went to check on her, she found the shutter slid up, the bedroom window open and her daughter gone."
.
-
Falso alarme em Nelas
Cristiano Ronaldo lança apelo
Segurança do complexo foi alertada há duas semanas
PJ pondera rapto por encomenda
Revista de imprensa britânica
Caso Madeleine invade web
O raptor poderá ser inglês
Judiciária confirma rapto da menina inglesa
Criança inglesa desapareceu no Algarve
-
escrito no papiro por ACCB às 13:18
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (1) | juntar aos escribas

Dia da Europa


 
UE celebra cinquentenário
Cristina Pombo

 

 

 

 

Em todo o mundo multiplicam-se as celebrações pelos 50 anos da assinatura do Tratado de Roma, aquele que legitimou o sonho de uma Europa unida.
escrito no papiro por ACCB às 01:06
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (1) | juntar aos escribas
Terça-feira, 8 de Maio de 2007

Ainda a Violência Doméstica

 
É com esta imagem que o Manza faz uma postagem relativa à Violência Doméstica.
Postagem essa verdadeiramente informativa e com imagem abrangente e significativa de um conjunto de violências que têm lugar no seio de algumas familias.
E olhem que não são assim tão poucas.



A Violência doméstica não é exercida apenas por homens mas, também, por mulheres, por filhos e pais, por tios...por seres que partilham uma vida familiar comum.
E não pensem que é apensa fisica.
 

Há a violência psicológica, a que muitas vezes leva ao suicídio.

Maria, não importa o nome, era uma rapariga que podia ser qualquer uma de nós, ou filha de um de nós, ou irmã... Enamorou-se de um tipo... Mesmo contra a vontade dos pais decidiu casar com o tipo.
Tremendamente ciumento fazia-lhe sessões nocturnas de tortura psicológica, disfarçada de:
- vamos conversar, amo-te muito, onde estiveste...
Quando tiveram o primeiro filho, ele não suportava o choro da menina e agredia ambas, puxando os acabelos à mãe e batendo-lhe e, atirando sapatos e outros objectos à criança.
Anos neste ambiente, em que enervado com os brinquedos de Maria filha, os pisava e destruía, irritado ou enervado, fechava-as em casa...
Queixas?
Todas retiradas...
Até que um dia de manhã, Maria se suicidou....Atirou-se da janela por onde lhe permitiam a saída de casa. Um 5º andar.
Julguei o tal tipo há dias ... é um de entre tantos outros... Nem apareceu no julgamento... A Lei permite-lho.
Apareceu a filha,....apareceram os sogros, os conhecidos, alguns amigos...
Maria também não apareceu.


 

Eu tinha prometido algo mais longo e demorado sobre este tema.

 

É um assunto que nos preocupa, até porque a Família deve ser o elo essencial e indissolúvel, que permita ao ser humano formar-se com equilibrio e serenidade, proporcionando assim ao seu semelhante, um equilibrio de personalidade indispensável a uma sociedade estruturada com base em valores que não desprezamos.


 

Tive uma vez um homem vitima de violência doméstica...sorriu envergonhado, que já estava tudo bem, que também tinha dado oportunidade, que queria desistir...
A tristeza era o espelho do seu olhar.
A mulher ao seu lado ria-se como se na verdade tudo tivesse sido ocasional... Uma briga de namorados, uma desavença entre quem se ama...um bate boca apenas...
Mas o respeito morrera no dia em que ela deixara de o respeitar e o agredira fisicamente... e com ele, morrera o homem que havia dentro dele.Não tinha sido um desentendimento de quem se ama.
Homologuei a desistência, contrariada... A lei permitia-o.
Saíram ambos por aquela porta,...ainda os revejo hoje...na tristeza do olhar dele e no sorriso idiota dela...
Não havia nada. Nem pena.

 

****

Mas as crianças senhor, porque lhes dais tanta dor? Porque padecem assim?

Manuel tinha 6 filhos. Todos com um ano de intervalo ou dois. Perdera o emprego e os filhos pequenos ficavam à sua guarda....Guarda... Ficavam à sua mercê. Dormiam a 3 e 3 na mesma cama. Num quarto sem janelas , sem condições, sem mimos...

A mais velha era vitima de abusos sexuais quando ele lhe dava na veneta e a ía buscar à cama durante a noite, mesmo quando se deitava do lado da parede para lhe escapar.

O de três anos se se "portava mal" tinha de lavar a loiça e era proibido de almoçar...........ficava sem comer tantos dias!

Os outros apanhavam ou com um cinto ou com as botas, ou com ...o que tivesse à mão.

Os filhos não o quiseram ver. Franzinos, ...crianças tristes, vestidas com roupas escuras, lá da instituição de onde vinham...Santo Deus! Tanta dor. Crinças doridas, feridas, sós, ... carentes,... cheias de medos...sorrisos esquecidos...Como se sorri pareciam os olhos perguntar?

No dia do julgamento, ele, era um pedaço de farrapo humano. Confesso que quando recebi o processo e marquei data para julgamento, depois de o ler, imaginei o homem mais frio, mais brutal, mais terrivelmente violento que se pode imaginar...Há sempre um cenário que nos passa pelos olhos, pelo sentir, antes da realidade...

Olhámo-nos nos olhos. As mãos estavam presas uma na outra, penduradas dos ombros e, os olhos eram lagos estreitos e profundos de tristeza e frustração. O primeiro gesto foi um encolher de ombros...os outros foram sacudir de ombros por soluços de quem chora como se chorasse por outra pessoa...outra alma...outra vida...

Confessou os factos.

Nunca tive casos de violência contra idosos. Mas sei que os há. Talvez sejam menores as queixas, porque são eles quem tem menos voz, menos capacidade de locomoção...menos capacidades... menos....não sei. Custa-me pensar que alguém lhes possa fazer mal, mesmo quando são "chatos", exigentes, e fazem chantagem emocional...

Será que seremos assim?


 

A Violência doméstica, mais precisamente as vitimas de maus tratos, merecerão do legislador mais atenção e cuidado na revisão do CP.

Volto outro dia para falar da lei que vem aí. Mais assertiva, mais preocupada, mais realista. Mais justa.

Mais conhecedora das realidades que nos rodeiam. Do silêncio da solidão da vergonha de quem é

vítima de maus tratos.
ACCB


 

tags:
escrito no papiro por ACCB às 01:50
link do post | Escreva no Papiro | ver papiros (8) | juntar aos escribas

De Perfil

Sobre mim

Sou alguém que escreve por gostar de escrever. Quem escreve não pode censurar o que cria e não pode pensar que alguém o fará. Mesmo que o pense não pode deixar que esse limite o condicione. Senão: Nada feito. Como dizia Alves Redol “ A diferença entre um escritor e um aprendiz, ou um medíocre, é que naquele nunca a paixão se faz retórica.” online

últimos papiros

Para o raio que os partis...

Eu sou a tempestade

fotos antigas a 3 de Junh...

Depus a Máscara

Fundamento

Berlim

A cadeira

Empatias

ESPLANADA

Pai

Aquele traço de escrita

Pássaros

Amigo não é nada disso

Filhos.....

Obama

A propósito de Trump

Choveu

Desiderata

8 de janeiro de 2014

Um texto que dá que pensa...

Para Fazer o Retrato de u...

Poema pouco original do m...

Poema de Jenny Londoño

Tons de escrita

Super Lua

No dia 11.11.2016

10.11.2016

"May be ...... the price ...

Não peças a quem pediu

Noite....

....contemplação....

Como é um alentejano?

Que se dane a regra e o p...

Sílaba súbita

É nos olhos....

Papéis velhos...

Papel em branco.....

. A escrever qualquer coi...

Linhas...

Chuva de lua cheia

Inércia

Adeus Meu Amigo

Esta força que ninguém po...

Portugal/França

Dois homens à beira rio

Paris En Colère

Paris Je T'aime

El embrujo de la guitarra...

A Hora de ser livre

O outro lado da rua

papiros em biblioteca

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Março 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outros Papiros

licensecreativecommons

Licença Creative Commons
A obra Cleopatramoon de Cleopatramoon Blogue foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em cleopatramoon.blogs.sapo.pt.

Outros Papiros

Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

subscrever feeds